No comando do “Zapping”, da Record News, a mulher de Rodrigo Faro comemora sua nova fase na TV e não poupa elogios ao marido

Vera Viel posa para o iG Gente
André Giorgi
Vera Viel posa para o iG Gente

Vera Viel retornou ao trabalho após seis anos de dedicação à família
André Giorgi
Vera Viel retornou ao trabalho após seis anos de dedicação à família

Quando Vera Viel decidiu voltar ao batente, após seis anos de dedicação à família, Amaury Jr. já tinha um convite pronto e abriu um espaço em seu programa na RedeTV! para a ex-modelo. Seis meses depois, uma nova oportunidade surgiu para a apresentadora. Desta vez, na Record News, onde ela apresenta o programa “Zapping” desde maio.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Ao ingressar na nova emissora, Vera ouviu diversos comentários indicando que só estava no canal porque era mulher de Rodrigo Faro , uma das estrelas da rede de emissoras. “Ele não tem tanta essa influência de colocar uma pessoa lá dentro só pelo fato de eu ser a esposa dele”, declarou a ex-modelo, que afirmou já estar preparada para os boatos quando aceitou o convite.

Mãe de Clara , de seis anos, e Maria , de três, Vera largou sua carreira de modelo de 12 anos para se dedicar totalmente às garotas e ao marido. Mas, mesmo nas telinhas, não esconde que a família é sua prioridade. Sua decisão de trocar de emissora foi focada neste ideal. “No começo, estava superempolgada. Mas começou a ficar um pouco puxado, pois pra mim o que é em primeiro lugar é minha família. E eu fazia muita festa à noite”, explicou.

Esse retorno do trabalho é importante pra mim também nessa questão de não ter que ficar pedindo, tenho meu dinheiro pra fazer o que eu quiser”

Relembrando seus tempos de modelo, aos 36 anos Vera posou para o iG e falou sobre sua carreira nas telinhas e seu dia a dia ao lado de Rodrigo Faro. Confira.

iG: Como aconteceu sua saída do Amaury Jr. e sua ida para a Record?
Vera Viel:
Quando comecei com essa vontade de voltar a trabalhar, foi muito engraçado, pois coincidiu de o Amaury Jr. No começo, estava superempolgada, mas começou a ficar um pouco puxado, pra mim o que vem em primeiro lugar é minha família. E eu fazia muita festa à noite. Quando chegou na época de renovar, eu ainda estava pensando: “Será que devo continuar?”. Foi quando aconteceu o convite pra fazer um teste na Record News. Na verdade, foi já um convite sabendo que eu ia fazer. O Douglas ( Tavolaro , diretor de jornalismo) encontrou o Rodrigo e brincou: “O que sua mulher está fazendo lá na concorrente?”. E o Rodrigo falou: “Dá uma oportunidade pra ela, que ela vem pra cá”. Sabia que o “Zapping” era pra gravar uma vez por semana, uma coisa mais tranquila, que eu conseguiria ter mais tempo em casa.

iG: Muito se falou que sua ida para a Record tinha alguma relação com o Rodrigo Faro estar na emissora e que ele que teria arrumado o teste para você.
Vera Viel:
Então, houve essa coisa da gente ser amigo do Douglas. Eu já estava preparada para que isso acontecesse quando eu fui para a Record News. Era inevitável que as pessoas fossem falar isso pelo fato de o Rodrigo estar lá. Ele não tem tanta influência para colocar uma pessoa lá dentro só pelo fato de eu ser a esposa dele.

Vera Viel:
André Giorgi
Vera Viel: "Estou pensando em poder conciliar tudo: que é ser dona de casa, mãe, estudar e continuar apresentando o programa"

iG: Esses comentários te incomodam?
Vera Viel:
Não, porque eu sei que eu estou lá porque ele (Douglas) me viu trabalhando no Amaury e achou que caberia fazer o programa.

iG: O Amaury Jr. ficou chateado com sua saída do programa?
Vera Viel:
Não. Eu adoro o Amaury e sou grata eternamente porque foi ele que abriu as portas pra mim na televisão. Quando contei que estava indo para a Record News, ele falou: “pode ir, você começou aqui, foi maravilhoso o tempo que você ficou, mas eu entendo”. Foi numa boa. E eu saí de lá com as portas superabertas.

iG: Como você analisa sua evolução na TV?
Vera Viel:
Eu fazia alguns comerciais, mas não tinha a experiência de entrevistar. O que eu faço na Record News é totalmente diferente do Amaury, agora eu só comando o programa chamando as matérias. Fiquei com medo no começo. Mas o Rodrigo me falou: “Você consegue, eu te dou umas dicas”. E aí foi. Acho que a prática é a melhor coisa, pois você aprende. Está ali para errar, aprender, observar quem já faz e já sabe. Não busco ser a maior apresentadora. Estou super realizada

É engraçado, que quando a gente se conheceu, ele falou: “Você vai ser a mãe dos meus filhos”. Eu ri da cara dele”

iG: Quais os conselhos que o Rodrigo te deu?
Vera Viel:
No começo, foi muito em relação aos entrevistados. Detalhes pra eu nunca esquecer: que eram sempre três pessoas, eu, a câmera e o entrevistado; pra eu sempre prestar muita atenção no que a pessoa estava falando pra eu poder deixar fluir bem a reportagem; e para sempre eu ser eu mesma, essa coisa natural. Quando você é natural e expõe o que você é, as coisas fluem.

Vera Viel:
André Giorgi
Vera Viel: "Sempre fui a 'mulher do Rodrigo Faro'"
iG: No seu tempo de modelo, já almejava trabalhar na TV?
Vera Viel:
Sempre gostei, porque nunca fui uma modelo de passarela. Fui muito de publicidade. Então sempre estava fazendo testes pra comercial, conheci o Rodrigo em um comercial. Claro que eu nunca imaginei que pudesse estar apresentando um programa, mas que passava pela minha cabeça, e se eu estudasse pra isso e conseguisse, seria uma coisa que gostaria de fazer e fazer bem feito.

iG: As garotas estranharam sua ausência em casa?
Vera Viel:
Elas estranharam. Mas é legal porque elas vêem que a mãe também está trabalhando, eu queria descobrir esse meu lado de poder fazer alguma coisa. É importante até para o relacionamento do casal, o Rodrigo poder admirar meu trabalho também. Como mãe, ele já sabe que está ótimo, está perfeito como mulher. Mas eu também posso trabalhar, fazer meu dinheiro, minhas coisas. Ele sempre apoiou e deu a maior força. Nunca foi contra de eu voltar a trabalhar.

Como mãe, o Rodrigo já sabe que está ótimo, está perfeito como mulher. Mas eu também posso trabalhar, fazer meu dinheiro, minhas coisas”

iG: Pretendem aumentar a família?
Vera Viel:
A Maria está com três anos, e quando vejo um bebezinho, já me dá uma vontade. Adoro família grande. A gente ainda não decidiu, mas se viesse, seria muito bem-vindo. Estou com 36 anos, acho que até uns 39 dá pra eu pensar em ter. Como assinei com a Record News por um ano, acho que não seria o momento. Mas não fechamos as portas pra isso.

Vera Viel:
André Giorgi
Vera Viel: "Essa oportunidade de ser apresentadora não é só pelo fato de eu ser casada com o Rodrigo, acho que eu tenho meus méritos de estar ali"

iG: Como é o momento em família quando você conseguem conciliar os horários dos quatro?
Vera Viel: Quando o Rodrigo tem tempo de estar em casa, a gente quer ficar os quatro juntos. E agora a gente está com casa nova. Brincamos na piscina, vemos um filme, contamos história e agora tem parquinho em casa. A gente gosta de fazer macarrão aos domingos para não precisar sair pra comer. Durante a semana é muito corrido. Minha rotina e a delas não encaixa muito com a dele. Mas a gente entende que é uma fase e que ele tem que aproveitar.

Mãe de duas meninas, Vera Viel sonha com mais uma criança para aumentar a família
André Giorgi
Mãe de duas meninas, Vera Viel sonha com mais uma criança para aumentar a família
iG: E quando vocês saem de casa, conseguem andar tranquilos?
Vera Viel:
Às vezes fico com dó delas porque às vezes elas querem fazer uns passeios com ele e que, hoje em dia, não dá mais. Se a gente vai no shopping, não dá pra ficar. Passa cinco minutos e já tem alguém pedindo pra tirar foto (com o Rodrigo). Elas queriam ir no Beach Park (em Forteleza) em janeiro, mas é impossível. Um lugar que a gente consegue muito ir, que aí a gente se diverte bastante e ele consegue ficar tranquilo, é quando a gente vai pra Angra dos Reis (RJ). Ele tem barco, então a gente sai, para nas praiazinhas mais desertas lá das ilhas e consegue curtir.

iG: Agora que você está na TV, mudou sua visão sobre o assédio em cima dele?
Vera Viel:
É engraçado. Como sempre fui “a mulher do Rodrigo Faro”, e hoje me reconhecem,  às vezes tem alguém que vira e fala “te vi lá no programa”. Acho que é o público que faz a carreira do artista e por isso admiro a maneira do Rodrigo tratar as pessoas que chegam até ele. E procuro ser exatamente igual.

Sempre fui “a mulher do Rodrigo Faro” e hoje me reconhecem”

iG: Você estão juntos há 14 anos, ele já era famoso...
Vera Viel:
Quando eu o conheci, ele fazia a primeira novela na Globo, que era “A Indomada” (1997). Ele fazia o Beraldo, um personagem superpequeno. Qando eu conheci, eu sabia que eu ia fazer par com um ator no comercial, mas não sabia quem era. Aí, quando eu vi, -- eu assistia à novela -- cheguei em casa e falei: “Mãe, eu conheci o Beraldo”. (risos) Toda empolgada! E fiquei com ele um dia depois da gravação. Era o começo de tudo da carreira dele. Acompanhei tudo, tudo o que ele construiu até hoje, sempre estive do lado.

iG: A relação de vocês mudou com o aumento do dinheiro, do sucesso, do assédio?
Vera Viel:
Entre nós dois, não. É um amor que a gente sabe que não vive um sem o outro. Quando a gente se conheceu, ele falou: “você vai ser a mãe dos meus filhos”. Eu ri da cara dele, fui viajar, trabalhar três meses no Japão, depois voltei e continuei com ele. A essência de como tudo começou não muda porque a gente tem muito pé no chão. Vejo ele como o Rodrigo que conheci aquele dia, ele é humilde da mesma maneira. A gente busca ter essa coisa de simplicidade. E às vezes, um casal feliz não vende muito, né? Mas o que a gente é, é isso. A gente nunca se separou, ele nunca trocou de mulher, nunca aconteceu nada.

iG: No tempo que você ficou sem trabalhar, o Rodrigo te sustentava ou você tinha dinheiro guardado da época de modelo?
Vera Viel:
Consegui fazer uma poupança mas sempre ajudei muito minha família. Meu pai teve câncer e foi a pessoa que eu mais ajudei, porque ele não tinha plano de saúde. Sempre fui de uma família muito humilde, então sempre guardei meu dinheiro. Aí, quando resolvi parar de trabalhar, o Rodrigo falou: “Agora a gente é casado, tudo que é meu é seu, e se você está deixando de trabalhar pra poder cuidar das nossas filhas e estar comigo, é obvio que vou te ajudar”. É chato você pedir dinheiro. Sempre fui muito independente, não pedia dinheiro para o meu pai desde os 15 anos. Esse retorno do trabalho é importante pra mim também nessa questão de ter o meu dinheiro pra fazer o que eu quiser.

Vera Viel:
André Giorgi
Vera Viel: "Quero continuar me dedicando muito a minha família, que é o que eu tenho de mais precioso"

iG: Quem são suas referências na TV?
Vera Viel:
Quando eu comecei com o Amaury, eu já admirava a maneira natural de ele conversar com as pessoas e de fluir na entrevista. Jô Soares é outro apresentador que eu admiro demais. E o Rodrigo... Ele sempre teve esse sonho e me falava de ser um apresentador. Quando vejo que ele consegue ser tão natural, e as brincadeiras e palhaçadas que ele fazia nos bastidores, hoje ele faz na televisão sem a menor vergonha... é uma pessoa que eu admiro muito. Se eu conseguir fazer um pouquinho parecido, já vou me sentir realizada.

Créditos:

Beleza: Renner Souza (ABÁ MGT)
Produção: Andrea Clara
Locação: Loja Harley-Davidson – Santo Amaro
Vera Viel veste: Bobstore, Bo.bô, Left, Lilly Sarti, Pop Up Store e Martha Medeiros
Calçados: Carmen Steffens e Studio TMLS
Acessórios: Ciça & Renata


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.