Atores apoiaram a campanha "Prematuro Imunizado é Prematuro Protegido", em São Paulo

Vacinar prematuro é um ato de amor. Por este motivo o casal de papais Vanessa Giácomo e Daniel de Oliveira fez questão de levantar a bandeira da importância da vacinação nos bebês que nascem com menos de 37 semanas e mais de 21 semanas completas.

Vanessa Giácomo e Daniel de Oliveira vestem a camisa Imunização do Prematuro: Seu Primeiro Ato de Amor
Claudio Augusto
Vanessa Giácomo e Daniel de Oliveira vestem a camisa Imunização do Prematuro: Seu Primeiro Ato de Amor

“Filho é o que temos mais de importante. Cuidar também é prevenir”, disse a atriz durante a segunda edição da campanha Prematuro Imunizado é Prematuro Protegido, promovida pela Associação Brasileira de Imunizações, na noite dessa segunda-feira (11), no Espaço Araguari, em São Paulo.

As palavras da mãe de Raul , de 3 anos, e Moisés , que completa 1 ano em maio, tiveram reforço com as declarações do amado. “Depois que nos tornamos pais começamos a olhar qualquer criança de outra forma. É como se fossem nossos filhos e todos eles precisam de proteção, assim como é esta campanha”, disse Daniel, que também defende a imunização contra o VSR (Vírus Sincicial Respiratório), a Influenza (Gripe), a Antipneumocócica (bactéria), a Rotavírus, a Tríplice Bacteriana Acelular, a Poliomelite, a Hepatite B e a Tuberculose.

Daniel de Oliveira, Vanessa Giácomo e Henri Castelli
Claudio Augusto
Daniel de Oliveira, Vanessa Giácomo e Henri Castelli


Pai de Lucas , de 3 anos, com a ex, a top Isabeli Fontana , Henri Castelli também mostrou sua preocupação em levar informação. “Poucas pessoas nem sabem que existe essa campanha. Nem eu sabia. É preciso se informar e praticar. Se não vacinar, pode levar a óbito”, avisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.