A socialite foi apresentada como madrinha da escola e negou que tenha pago para desfilar

Val Marchiori chega causando em helicóptero
Claudio Augusto
Val Marchiori chega causando em helicóptero
Val Marchiori posou de helicóptero e chamou a atenção – mais uma vez - em sua chegada à quadra da Escola da Vila Maria, onde foi apresentada como a nova madrinha da escola na tarde deste sábado (30) na zona norte de São Paulo. Causando tumulto, a bilionária levantou muita poeira ao tentar pousar em um terreno de areia e até interrompeu uma partida de futebol no campo do bairro para que seu ‘veículo 'estacionasse' em segurança.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

null“O piloto falou que não dava para pousar e que tínhamos que voltar, mas eu falei para ele pousar no campo... Hello! Não poderia ser diferente! Eu tinha de chegar com o pé direito na Vila Maria porque este ano seremos campeões”, reforçou a bela logo que pisou em terra firme.

Apesar de confundir muita gente, Val não é a nova madrinha de bateria e sim, a nova madrinha da escola, um título criado especialmente para ela e não para por aí: no desfile de 2012, a socialite terá lugar de destaque no carro abre-alas da agremiação e deve causar polêmica ao desfilar tomando champanhe e ‘twittando’.

“A gente está estudando isso, mas a princípio eu já adorei, é a minha cara entrar twittando e tomando champanhe. O mundo todo está ligado no Twitter hoje”, disse ela ao chegar ao camarote da quadra da escola tomando uma taça de seu champanhe preferido.

Esta não será a primeira vez de Val desfilando. Ela já teve uma única experiência na passarela em um carnaval no Canadá e confessou que está ansiosa para o grande dia.

Val Marchiori tomou seu champanhe preferido na quadra
Claudio Augusto
Val Marchiori tomou seu champanhe preferido na quadra
“Nunca desfilei no carnaval aqui, para você ter uma ideia, minha primeira vez foi no Canadá (risos). Fui rainha do Brazilian Ball, mas já gostei muito”. E ela não vai dispensar umas aulinhas para fazer bonito na avenida. “Eu brinco que samba é para as mulatas. Não que a loiras não tenham samba no pé, temos muitas loiras sambando muito bem ai, mas as mulatas quando entram parecem que tem uma mola no corpo. O pessoal já me indicou um menino, ele foi lá, a gente deu umas requebradas, mas dá um trabalho”.

Se na vida particular ela é conhecida por suas extravagâncias, como joias e carros caros, Val promete não economizar nos acessórios de sua fantasia.

“Eu ainda não pensei como vai ser, viajei agora, vi algumas coisas lá fora, mas vai ser de parar a avenida. Com muito ouro... Inshalá”, brincou usando o bordão da personagem Khadija, da novela “O Clone”.

Val Marchiori posa ao lado do nome da escola
Claudio Augusto
Val Marchiori posa ao lado do nome da escola
Apesar de ter a intenção de fazer uma fantasia bem ao seu estilo, a socialite garantiu que não quer sair pelada na avenida e nem aprova corpos nus na passarela do samba.

“Nua não! Pode ser até mostrando um pouquinho, acho que a mulher fica mais sexy, mais elegante, do que mostrando tudo”, explica. “A gente tem que parar com esse negócio de que carnaval é só bunda e peito, é muito feio isso. Nosso carnaval é tão rico, tantas histórias bonitas para contar, só mulher pelada? Não dá, hello”.

Leia também: "Já tive meu nome no Serasa”, diz bilionária Val Marchiori

Pagando para aparecer?

Junto com os ensaios e as montagens dos carros alegóricos, todos os anos histórias de bastidores do carnaval relatam que artistas famosos pagam valores astronômicos por cargos como madrinha e rainha de bateria, já que o retorno financeiro para a suas carreiras é muito grande durante esse período. Avessa a situação, Val revelou que não pagou e que foi convidada para desfilar pela escola e que sua intenção é acompanhar a comunidade em ações sociais.

“Não imagina, pagar o que? Eu fui convidada pela Vila Maria, até para participar dos projetos sociais, mas eu desconheço isso [de pagar para desfilar]. A gente vem, a gente se empenha e eu fiquei muito admirada com os projetos que eles têm aqui”, explicou e ainda negou boatos de que alguns membros da comunidade não teriam gostado de sua presença na escola. “Nossa, não senti nada. É besteira isso, acho que em qualquer lugar que uma pessoa se dispõe a ajudar, a agregar, tem que ser bem recebida”.

Val Marchiori celebra com Nego(novo interprete da escola) e Serginho(presidente da Vila Maria)
Claudio Augusto
Val Marchiori celebra com Nego(novo interprete da escola) e Serginho(presidente da Vila Maria)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.