Repórter do “CQC” é convidado do Provocações desta terça-feira (22)

  Rafael Cortez contou no programa "Provocações" como é seu trabalho como repórter de rua no "CQC". Segundo ele, o público brasileiro é menos politizado e exige que as celebridades, "tão efêmeras", estejam na pauta da atração da Band. “Elas têm um papel de chegar, sorrir e sumir daqui a pouquíssimo. Dá um certo medo”, afirma ele.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Ao entrevistador Antônio Abujamra , o humorista ainda declarou que as personalidades do show bizz brasileiro têm pouco a acrescentar e que não vale a pena ser famoso. “Daqui a pouco pode ter um cara mais jovem, mais barato e mais bonito. Ninguém leva vantagem sendo celebridade. As celebridades são pessoas muito vazias”.

LEIA TAMBÉM: ‘CQC’ mostra cena em que Paulo Vilhena cospe em Rafael Cortez. Assista ao vídeo

Cortez ainda afirmou que Oscar Filho e Danilo Gentili lhe são próximos, e que tem pouco contato com Marcelo Tas .  "Vejo muitos defeitos no Marcelo. Mas o admiro muito e lamento não ter convívio com ele”. Sobre a polêmica envolvendo humoristas que ultrapassam o limite, desabafa: “o pior momento é agora, no sentido que tantas pessoas estão tão caretas, tão conservadoras e tão chatas em cima do que os humoristas andam fazendo”. Vai ao ar nesta terça-feira (22), às 23h, na TV Cultura.

O CQC Rafael Cortez
Claudio Augusto
O CQC Rafael Cortez

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.