Confira quais atrizes ingressaram no meio das novelas com a missão de levantar o Ibope

Juliana Paes: a Nina de
TV Globo
Juliana Paes: a Nina de "O Astro" entrou na trama para levantar os números do Ibope


A novela das 23h da Globo, "O Astro" , está na sua reta final. E apesar do sucesso na primeira metade da história, os índices de audiência andaram caindo nas últimas semanas. Uma das estratégias para resgatar a audiência perdida foi escalar repentinamente uma novidade no elenco: Juliana Paes .

A atriz vive Nina, personagem que não existia na versão original da novela, e que não estava previsto na sinopse do remake. A ideia é fazer com que a personagem estremeça o romance do casal protagonista, Herculano e Amanda ( Rodrigo Lombardi e Carolina Ferraz ). Além disso, seria o reencontro de Juliana Paes e Rodrigo Lombardi como um casal da ficção, depois do sucesso em "Caminho das Índias" (2009).

Mas nem sempre a tática funciona. Em outras ocasiões, algumas novelas também tentaram levantar o Ibope de suas tramas convidando uma atriz deslumbrante - geralmente um símbolo sexual - para entrar no elenco. Em outro remake de Janete Clair , "Pecado Capital" (1998), Vera Fischer foi a musa escolhida.

O desfecho romântico de Salviano (Francisco Cuoco) e Laura (Vera Fischer) em
TV Globo
O desfecho romântico de Salviano (Francisco Cuoco) e Laura (Vera Fischer) em "Pecado Capital"

O remake patinava no Ibope, amargando o fracasso do casal romântico Francisco Cuoco -Carolina Ferraz. A autora Glória Perez decidiu então criar um novo interesse amoroso para Salviano Lisboa (Cuoco). Assim, surgiu na trama Laura (Vera), que se envolve com ele - e mais: os dois terminam juntos, ao contrário da versão de 1976, quando Salviano ( Lima Duarte ) terminou se casando com Lucinha ( Betty Faria na versão original, Carolina Ferraz no remake).

Leia também: Metamorfoses na TV - As transformações dos personagens nas novelas

Um episódio que deu certo foi a entrada de Luana Piovani na série "Malhação". Na temporada de 1997, a atriz foi designada para alavancar a audiência da combalida sitcom adolescente. Luana só aceitou porque o autor Carlos Lombardi estava escrevendo a série na época.

Luana Piovani em cena da temporada 1997 de
YouTube
Luana Piovani em cena da temporada 1997 de "Malhação"

Existem casos em que essa situação acontece com a mesma atriz, mas nos dois lados da moeda. Claudia Raia era a protagonista de "Deus nos Acuda" (1992), que sofria certa queda na audiência. O autor Sílvio de Abreu criou então o personagem da sensual Sabrina, que chegava da Europa para atrapalhar o romance de Maria Escandalosa (Claudia) e Ricardo ( Edson Celulari ). Para encarnar Sabrina, a escolhida foi Paula Manga - que posteriormente adotou o nome artístico de Paula Hunter -, então estreando na TV.

Por outro lado, em 1999 Claudia Raia entrou no elenco de "Terra Nostra" quando a novela já estava na metade. Interpretando a espanhola Hortência, o objetivo era enriquecer a trama, que tinha altos e baixos - a protagonista Ana Paula Arósio não fazia muito sucesso, mas a coadjuvante Maria Fernanda Cândido roubava a cena.

Leia também: Os personagens que ditaram moda com seus looks

Claudia Raia como a espanhola Hortência em
Reprodução
Claudia Raia como a espanhola Hortência em "Terra Nostra"

Muitas vezes uma bela atriz é escalada para substituir outra que foi descartada. Em "Pátria Minha" (1994), a protagonista Vera Fischer foi afastada pela direção por episódios de indisciplina, envolvida em um turbilhão de problemas em sua vida pessoal. Sua personagem, Lídia, morreu em um incêndio. Para fazer par romântico com José Mayer , que ficou sozinho na trama, os autores criaram Isabel ( Luíza Thomé ).

Em "Cara & Coroa" (1995), a situação se repetiu. Maitê Proença formava um casal de vilões irônicos ao lado de Miguel Falabella . A atriz se desentendeu com a direção e sua personagem foi morta - o personagem de Miguel jogou-a do alto de um penhasco. Para continuar a dupla de vilões, entrou em cena Bruna ( Maria Padilha ).

José Mayer e Luíza Thomé em cena da novela
Reprodução
José Mayer e Luíza Thomé em cena da novela "Pátria Minha"

Por fim, existem aquelas que entram nas novelas não para salvar a audiência, mas para dar um final feliz aos mocinhos desamparados. Os tais mocinhos estão sem par romântico para terminar a novela, e os autores providenciam soluções.

Em "Celebridade" (2003), Hugo ( Henri Castelli ) não consegue ficar com sua grande paixão, Maria Clara ( Malu Mader ). No último capítulo, surge então Alice (Ana Paula Arósio), por quem Hugo se interessa.

Mariana Ximenes entrou em
TV Globo
Mariana Ximenes entrou em "Paraíso Tropical" na última fase, para fazer par com Gustavo Leão

Em "Paraíso Tropical" (2007), Mariana Ximenes viveu Sônia, que entrou na história nas últimas semanas, para se envolver com Mateus ( Gustavo Leão ), e assim terminar a novela ao lado do rapaz.

Entre tantas estratégias para subir a audiência das novelas, essa continua sendo uma receita quase infalível. Atrizes bonitas e insinuantes, que encaram a missão de alavancar o Ibope das tramas. Uma prática que deve continuar por muito tempo.

Leia também: Tudo por um personagem - as transformações dos famosos

Herculano (Rodrigo Lombardi) cumprimenta Nina (Juliana Paes) em
TV Globo
Herculano (Rodrigo Lombardi) cumprimenta Nina (Juliana Paes) em "O Astro"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.