Confira quem são os autores de novela que mais matam. E qual o assassinato mais marcante da TV? Vote!

A atual novela global das 21h, " Insensato Coração ", está quase competindo com a clássica "A Próxima Vítima" (1995). O motivo: as intermináveis mortes na história.

A morte de Araci (Cristiana Oliveira) em
TV Globo
A morte de Araci (Cristiana Oliveira) em "Insensato Coração"


Até agora, já morreram oito pessoas na novela: Jonas ( Tuca Andrada ), Luciana ( Fernanda Machado ), Olegário ( Hugo Carvana ), Carmen ( Nívea Maria ), Henrique ( Ricardo Pereira ), Clarice ( Ana Beatriz Nogueira ), Araci ( Cristiana Oliveira ) e Irene ( Fernanda Paes Leme ).

E tudo indica que em breve mais três vítimas surgirão: Milton ( José de Abreu ), Teodoro ( Tarcísio Meira ) e finalmente o vilão número um da história, responsável direto ou indireto por quase todas as mortes anteriores - Leo ( Gabriel Braga Nunes ).

Carmen (Nívea Maria) morreu por causa de Leo (Gabriel Braga Nunes), que deve ser uma das próximas vítimas de
TV Globo/Estevam Avellar
Carmen (Nívea Maria) morreu por causa de Leo (Gabriel Braga Nunes), que deve ser uma das próximas vítimas de "Insensato Coração"


O excesso de assassinatos se deve à paixão de Gilberto Braga por narrativas clássicas de suspense eternizadas no cinema. Gilberto, autor de "Insensato Coração" ao lado de Ricardo Linhares, nunca escondeu sua inspiração na sétima arte. E já vem de longe sua tradição de "matar" personagens em suas novelas, criando inúmeros "Quem Matou?".

Gilberto Braga e seus crimes

Gilberto Braga: viciado em assassinatos
TV Globo/Márcio de Souza
Gilberto Braga: viciado em assassinatos
A primeira vez foi em "Água Viva", escrita por Gilberto em 1980. Miguel Fragonard ( Raul Cortez ) foi assassinado, e a identidade do assassino revelada no final: o criminoso era Kléber ( José Lewgoy ).

Na minissérie "Anos Dourados" (1986, que acaba de ser reprisada no Canal Viva ), o morto era Olivério ( Arthur Costa Filho ), dono de uma boate em Copacabana. E o assassino? Carneiro ( Cláudio Corrêa e Castro ).

Em "Vale Tudo" (1988, no ar no Canal Viva), Gilberto atingiu o auge no estilo, matando a inesquecível Odete Roitman ( Beatriz Segall ). Depois de duas semanas de um mistério que parou o Brasil, descobriu-se que a responsável era Leila ( Cássia Kiss ), que matou Odete por engano, pensando tratar-se de Maria de Fátima ( Glória Pires ).

A partir dali, Gilberto lançou mão do "Quem Matou?" em praticamente todas as suas novelas. Em "Força de um Desejo" (1999), o Barão Henrique Sobral ( Reginaldo Faria ) morreu, e quem matou foi Bárbara ( Denise Del Vecchio ).

A morte de Odete (Beatriz Segall) em
Reprodução
A morte de Odete (Beatriz Segall) em "Vale Tudo"
Em "Celebridade" (2003), Lineu ( Hugo Carvana ) foi assassinado. E de quem era a autoria do crime? Laura ( Cláudia Abreu ), a "Cachorra", vilã absoluta da trama - que também havia matado Queiroz ( Otávio Muller ). Por fim, a própria Laura foi liquidada, e morreu juntamente com o amante, Marcos ( Márcio Garcia ) - ambos assassinados por Renato Mendes ( Fábio Assunção ).

E mais: em 1998, Gilberto escreveu a minissérie "Labirinto", que se estruturava totalmente em cima do mistério sobre a morte de Otacílio ( Paulo José ). André ( Fábio Assunção ) era injustamente acusado do crime, numa trama mirabolante claramente inspirada em filmes do mestre do suspense, Alfred Hitchcock. Ao final, a revelação: o assassino era Júnior ( Marcelo Serrado ), filho do morto.

Olavo (Wagner Moura) matou Taís em
TV Globo/Márcio de Souza
Olavo (Wagner Moura) matou Taís em "Paraíso Tropical"
Em "Paraíso Tropical", a dupla Gilberto Braga-Ricardo Linhares já se exercitou na arte de matar personagens a granel. Ali morreram Amélia ( Susana Vieira ) e Isidoro ( Othon Bastos ), e por fim Taís ( Alessandra Negrini ) - a grande malvada da novela. O assassino de Taís era Olavo ( Wagner Moura ), que acabou matando ainda seu próprio irmão, Ivan ( Bruno Gagliasso ) - este, por sua vez, atirou em Olavo, matando-o também.

E assim chega a fase de "Insensato Coração", onde as mortes se sucedem em velocidade vertiginosa. Mas no universo das novelas, não só Gilberto Braga bebe na fonte do cinema para criar crimes misteriosos e assassinatos. O outro especialista no assunto é Sílvio de Abreu .

Os mistérios de Sílvio de Abreu

Devoto confesso de Hollywood, Sílvio de Abreu se consagrou escrevendo novelas cômicas repletas de humor pastelão. Mas em "A Próxima Vítima" ele decidiu investir num gênero pelo qual é apaixonado: o suspense policial.

Sílvio de Abreu: especialista em suspense policial
TV Globo/Zé Paulo Cardeal
Sílvio de Abreu: especialista em suspense policial

"A Próxima Vítima" contava a história de um assassino misterioso que vai eliminando diversas pessoas, aparentemente sem nenhuma ligação entre as vítimas. O público tinha de descobrir não apenas quem matava, mas também... quem seria a próxima vítima.

Ao final, o mistério foi desvendado: os mortos eram testemunhas de um crime ocorrido décadas antes em um navio. O assassino, Adalberto ( Cecil Thiré ), eliminava as pessoas que estiveram presentes no dia do tal crime. Assim, morreram Paulo ( Reginaldo Faria ), Hélio ( Francisco Cuoco ), Josias ( José Augusto Branco ), Júlia ( Glória Menezes ), Kléber ( Antônio Pitanga ) e Eliseo ( Gianfrancesco Guarnieri ). Por fim, o próprio Adalberto terminou morto pela polícia.

Clara (Mariana Ximenes), a assassina de
TV Globo/Márcio Nunes
Clara (Mariana Ximenes), a assassina de "Passione"


Correndo por fora da lista de assassinatos, a vilã Isabela ( Cláudia Ohana ), que era filha de Adalberto,
também cometeu dois assassinatos: matou Andréia ( Vera Gimenez ) e Romana ( Rosamaria Murtinho ).

A última cena da novela mostrava mais um assassinato: uma mulher misteriosa ( Cláudia Raia ), saía correndo de uma igreja, e era morta no jardim.

[]Depois dessa overdose de mortes, o autor Sílvio de Abreu continuou amante do suspense novelístico. Em "Torre de Babel" (1998), a explosão de um shopping center matou diversos personagens, incluindo o casal Leila ( Sílvia Pfeiffer ) e Rafaela ( Christiane Torloni ), e o viciado em drogas Guilherme ( Marcello Antony ).O criminoso era... Sandrinha ( Adriana Esteves ), que deveria ter impedido a explosão do shopping, mas não o fez.

Em "Belíssima" (2005), novamente o autor "matou" diversos personagens: Valdete ( Leona Cavalli ) foi uma das vítimas, além de Pedro ( Henri Castelli ), Fernando ( Ítalo Rossi ), Ivete ( Angelita Feijó ) e André ( Marcello Antony ) - os últimos quatro, todos mortos por obra da vilã Bia Falcão ( Fernanda Montenegro ).

Finalmente, em "Passione" (2010), Sílvio voltou ao auge do suspense policial, matando Saulo ( Werner
Schunemann
). E quem matou Saulo? Clara ( Mariana Ximenez ), a super-vilã, que já havia matado Eugênio ( Mauro Mendonça ) no início da novela, a mando do próprio Saulo. "Passione" exibiu ainda a morte de Diana ( Carolina Dieckmann ).

Quem Matou Salomão Hayala?

Mas entre tantas mortes novelísticas, somente dois enigmas continuam imbatíveis na memória popular: Quem Matou Odete Roitman? - já comentado acima - e Quem Matou Salomão Hayala?

Salomão Hayala ( Dionísio Azevedo ) era personagem da novela "O Astro" (1978), de Janete Clair , e foi
assassinado na metade da história. O mistério paralisou o Brasil, que no último capítulo viu o caso ser
desvendado: Salomão foi morto por Felipe Cerqueira ( Edwin Luisi ), bissexual e viciado em drogas, amante de Clô ( Teresa Rachel ), esposa do assassinado. No momento do crime, Felipe estava acompanhado de seu amigo, o cabeleireiro Henri ( José Luiz Rodi ).

Salomão Hayala (Dionísio Azevedo) morre em
Reprodução
Salomão Hayala (Dionísio Azevedo) morre em "O Astro"
Na época em que a novela foi ao ar, comentou-se que para criar a identidade do criminoso Janete se
inspirara no caso de Cláudia Lessin Rodrigues , garota morta no Rio em 1977, por dois rapazes: Michel Frank , jovem playboy milionário viciado em cocaína, e o cabeleireiro Georges Khour .

"O Astro" está prestes a voltar ao ar. A Globo prepara um remake da novela, em formato de macrossérie, com estreia prevista para julho. A nova versão já está sendo gravada, e conta com Henri Castelli vivendo Felipe Cerqueira, e João Baldasserini no papel de Henri. Mas desta vez será a mesma dupla que vai matar Salomão ( Daniel Filho )? Resta aguardar, e conferir se 33 anos depois o Brasil vai novamente se perguntar: Quem Matou Salomão Hayala?

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597004051817&_c_=MiGComponente_C

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.