Programa de Adriane Galisteu faz parte da reestruturação. Márcia Goldschmidt e Sílvia Poppovic foram chamadas para voltar a TV

Adriane Galisteu: parte da reformulação estruturada por Diego Guebel na emissora
Francisco Cepeda/AgNews
Adriane Galisteu: parte da reformulação estruturada por Diego Guebel na emissora
O novo programa de Adriane Galisteu na Band já tem nome: “Muito + com Galisteu”. Como o iG adiantou em primeira mão, a estreia da atração, que vai falar sobre o mundo das celebridades e do show biz, está programada para o dia 09 de janeiro, com transmissão diária e ao vivo, das 16h às 16h50.

Leo Dias , colunista do jornal “O Dia”, do Rio, será um dos co-apresentadores do projeto, que também contará com um grande elenco da emissora. A possível participação de Luciana Gimenez , que estaria negociando com a Band, está descartada.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe as notícias sobre sua celebridade favorita

De acordo com uma fonte da produção, a princípio Adriane ficou surpresa e não gostou muito da decisão da emissora de a colocarem à frente do programa, mas acatou a ordem por ser um projeto ao vivo e interativo, como ela queria há muito tempo. "Muito + com Galisteu"  estreia em janeiro como uma forma da emissora testar o horário, não o formato, e se der certo pode ir para o horário nobre. "Show da Fé", programa que o Bispo R.R. Soares apresenta às 20h55, no horário nobre,  será cortado da grade a partir de janeiro.

REESTRUTURAÇÃO

Essas e outras reformulações recentes são obra do novo vice-presidente artístico da emissora, Diego Guebel , um dos fundadores da produtora argentina “Cuatro Cabezas”. Chamado por Johnny Saad , presidente do grupo Band, para reestruturar a programação e mexer no elenco que estava parado, Guebel tem causado incômodo a nomes considerados pratas da casa, como Márcia Goldschmidt e Sílvia Poppovic . “Ele se reuniu com todos do departamento artístico que estavam fora da programação, e a idéia era trabalhar idéias para que todos voltassem ao ar. Quem não topar, como sempre foi regra na Band, terá o contrato descontinuado”, explica a fonte. Márcia, que está vivendo em Portugal, não aceitou voltar ao ar com o projeto proposto por Guebel, e seu destino na Band é incerto.

Já Silvia deve ter seu nome atrelado a um programa na grade oficial de 2012, a ser divulgada em abril. “Ele passa três dias da semana na emissora, e o resto da semana na Argentina: todas as decisões agora passam por ele”, diz a fonte. Prova de que a Band está aberta a mudanças é o fato de Guebel também estar controlando os departamentos de esporte e jornalismo, considerados os  mais estáveis da casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.