Sabrina Sato e o líder do programa falam sobre as mudanças na atração

Emílio Surita e Sabrina Sato
Divulgação/ Band
Emílio Surita e Sabrina Sato
“O Alan (Rapp, o diretor) quer tudo novo, até as panicats!”, brinca Emílio Surita sobre a única alteração que será feita na transição do “Pânico” da Rede TV! para a Band: um novo casting de assistentes de palco, como a coluna Na Tv publicou em primeira mão ( as panicats, ao contrário do elenco e da produção do programa, não foram liberadas pela Rede TV! por terem contratos diferentes. Leia mais ).
O líder e cabeça do humorístico, que a partir do dia primeiro de abril passa a ser exibido na nova casa, foi com Sabrina Sato ao lançamento da grade de programação da Band em 2012, evento realizado no shopping Iguatemi, em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe as notícias dos famosos em tempo real

No outro canto da sala estava Marcelo Tas , líder do “CQC”, até então considerado o grande rival do “Pânico”. “O ‘CQC' é melhor!”, disparou ele sobre a pergunta mais feita a ele, Emílio e Sabrina na noite: como será administrada a partir de agora a rivalidade das duas atrações na mesma grade de programação? “Não vai acontecer nada porque já não existia nada. Nós todos somos amigos e parceiros, um vai ajudar o outro mais ainda”, disse Sabrina, que vestida de branco e prata, explicou que o look era uma homenagem a nova casa – “represento o futuro da emissora”. Emilio foi mais realista: “A gente está chegando agora, não sabemos o que irá acontecer, se vai ter briga ou não”. Para ele, a competição entre os programas é um fator positivo. “É um concorrente legal. O ‘Pânico’ é legal para o ‘CQC’ e o ‘CQC’ é legal para o ‘Pânico’. Porque ai você pensa: o que posso fazer de mais legal para melhorar? O ‘CQC’ está fazendo isso? Então o que podemos fazer que eles não estão? É assim a cada semana. Se estivermos no mesmo lugar, um espera o outro entrevistar e por ai vai”, disse.


Questionado sobre a data de estreia, Emílio conta que, por ele, o programa já iria ao ar “domingo que vem”: “ Mas depende de terminar cenário, essa parte toda. Estamos montando as ilhas (de edição) nessa semana, mas a produção já está lá. Estamos trabalhando sem parar”, contou ele. A única novidade, segundo Emilio, é a entrada de Guilherme Santana no elenco. O comediante já fez algumas participações no programa, imitando Willian Bonner .


Quanto às diferenças de uma emissora para a outra, Emílio desconversa e diz que ainda “não deu para sentir muito”. Político, ele garante que a Rede TV! era tão moderna quanto a Band no quesito estrutura – “lá é tudo muito bacana”, mas confessa que há de fato certas alterações. Exemplo disso é o fato de o programa agora ter uma verba consideravelmente maior para a produção: “Posso viajar mais, fazer matérias internacionais, caçar coisas engraçadas no mundo todo. Isso foi uma coisa que toda a equipe pediu, e o Tutinha ( dono da Joven Pan e idealizador do 'Pânico') conseguiu para nós lá com a Band”.


NOVO MATERIAL PARA A NOVA CASA


Emílio Surita e Sabrina Sato
Divulgação/Band
Emílio Surita e Sabrina Sato
A decisão de ir para a Band, de acordo com uma fonte da produção, foi tomada em um dia, quarta-feira de cinzas (22 de fevereiro), e depois de intermináveis reuniões: “Não podíamos deixar que a informação vazasse senão daria motivo de quebra de contrato para a Rede Tv!”. Com material já gravado para a estreia da temporada 2012 na Rede Tv!, a equipe foi obrigada a deixar tudo com a emissora. “Tudo o que gravamos pertence a Rede Tv!”, conta Sabrina. De elenco a equipe técnica, cerca de quarenta pessoas, todos os que trabalhavam no “Pânico”, foram para a Band.

“Nunca na história da TV brasileira aconteceu isso”, diz Sabrina. “Decidimos todos juntos. Como diz a Sabrina, somos uma família, tudo foi conversado entre todos”, explica Emílio.
Sobre o convite da diretoria da “Rede Tv!” para comandar uma atração solo aos domingos, como iG adiantou , Sabrina explica porque não aceitou: “Sou muito grata a Rede Tv!. Foi lá que comecei, tenho muito carinho e respeito por eles. Meu sonho desde criança era trabalhar na televisão, mas não consigo me imaginar fora do ‘Pânico’”. E será que agora ela é a musa oficial da emissora? "Não, tem muito mais gostosa do que eu aqui!”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.