Em "Fina Estampa", Tereza Cristina já fez sua primeira vítima; relembre outras criminosas da TV

Tereza Cristina (Christiane Torloni), de
TV Globo
Tereza Cristina (Christiane Torloni), de "Fina Estampa", matou, se livrou do corpo e seguiu vivendo como se nada fosse


"Fina Estampa" , a atual novela das 21h da Globo, tem como um de seus trunfos a presença de Tereza Cristina, a histriônica vilã interpretada por Christiane Torloni . Exagerada em tudo, ela faz o que tiver de ser feito para conseguir o que quer.

Veja também: Christiane Torloni: "A Tereza Cristina pode ser tudo"


Como toda vilã que se preza, ela também mata - sem pensar duas vezes, a perua do condomínio de luxo da Barra da Tijuca empurra escada abaixo um homem ( Luciano Chirolli ) que a chantageou, mata o mafioso, se livra do corpo e segue sua vida como se nada tivesse acontecido.

No fim da cena do crime, arremata com a frase: "Obrigada, Nazaré Tedesco", se referindo à inesquecível personagem encarnada por Renata Sorrah em "Senhora do Destino" (2004), também escrita por Aguinaldo Silva , autor de "Fina Estampa".

Nazaré era uma assassina que adorava matar suas vítimas empurrando-as pela escadaria de sua casa.

Nazaré Tedesco (Renata Sorrah) e uma de suas vítimas, Djenane (Elizângela), em
TV Globo
Nazaré Tedesco (Renata Sorrah) e uma de suas vítimas, Djenane (Elizângela), em "Senhora do Destino"

Tereza e Nazaré são representantes da crescente classe de mulheres assassinas da ficção televisiva. Se no passado a identidade dos matadores da TV era quase sempre masculina, nos últimos tempos são as mulheres que tomam as atitudes extremas. São cada vez mais comuns as vilãs maquiavélicas, psicopatas malvadas ou simplesmente as mulheres loucas e perturbadas que não hesitam diante da oportunidade de eliminar seus oponentes. E estão sempre prontas para fazer a sua próxima vítima.

Leia também: Os novelistas serial killers

A novela que antecedeu "Fina Estampa" já demonstra essa tendência. Em "Insensato Coração" (2011), Norma ( Glória Pires ) foi morta na última semana da trama. Entre tantos suspeitos, a identidade do assassino surpreendeu: Wanda ( Natália do Valle ). Wanda não era a vilã da história. Era apenas uma mulher problemática, que tinha predileção pelo filho Léo ( Gabriel Braga Nunes ). Para impedir que Norma entregasse o filho à polícia, Wanda elimina a protagonista da trama.

Wanda (Natália do Valle) mata Norma em
Reprodução
Wanda (Natália do Valle) mata Norma em "Insensato Coração"

A novela que antecedeu "Insensato Coração", por sua vez, também seguiu essa linha. O suspense da trama de "Passione" (2010) era: quem matou Saulo ( Werner Schunemann )? Resposta: Clara ( Mariana Ximenes ). Neste caso, Clara era de fato a grande vilã da novela. Entre tantas trapaças cometidas pela garota, matar Saulo foi apenas uma maneira de se vingar e seguir com seu plano maquiavélico.

Clara (Mariana Ximenes) em
TV Globo
Clara (Mariana Ximenes) em "Passione"

Na novela "Celebridade" (2003), o suspense girava em torno de "quem matou Lineu ( Hugo Carvana )"? Houve certa decepção no último capítulo quando se revelou que a assassina era Laura ( Cláudia Abreu ), que movimentou a novela inteira com suas perversidades. Assim como a Clara de "Passione", matar Lineu foi somente mais um crime cometido por Laura.

Laura (Cláudia Abreu), a assassina de
TV Globo
Laura (Cláudia Abreu), a assassina de "Celebridade"

Num caso clássico de assassinato cometido por mulher, uma das pioneiras no assunto foi Leila ( Cássia Kiss ) em "Vale Tudo" (1988). Leila é talvez a assassina mais famosa da TV, já que eliminou uma vilã que o Brasil adorava odiar, Odete Roitman ( Beatriz Segall ). O suspense sobre "quem matou Odete Rotiman" se manteve até o último minuto. Leila faz parte do time de Wanda, e tinha ainda um outro fator que a afastava do time dos suspeitos. Não apenas não era uma vilã, como matou por engano. Leila atirou em Odete em um momento de desespero, pensando tratar-se de Fátima (Glória Pires), que tinha um caso com o seu marido.

Leila (Cássia Kiss) mata Odete (Beatriz Segall) em
Reprodução
Leila (Cássia Kiss) mata Odete (Beatriz Segall) em "Vale Tudo"


Foi depois do sucesso de "Vale Tudo" que as mulheres tresloucadas - e assassinas - conquistaram um lugar ao sol e passaram a surgir com mais frequência nas novelas. Depois de Nazaré, a moda pegou de vez. Em "Belíssima" (2005), a representante desta classe feminina era Bia Falcão ( Fernanda Montenegro ). Logo no início da trama, ela ordenou a morte de Vitória (Cláudia Abreu). O plano deu errado e quem morreu foi o neto da vilã, Pedro ( Henri Castelli ). Na reta final da trama, Bia Falcão foi direto ao ponto e matou, com as próprias mãos, Fernando ( Ítalo Rossi ) e Ivete ( Angelita Feijó ).

Fernando (Ítalo Rossi) foi uma das vítimas de Bia Falcão (Fernanda Montenegro) em
TV Globo
Fernando (Ítalo Rossi) foi uma das vítimas de Bia Falcão (Fernanda Montenegro) em "Belíssima"


Algumas novelas depois, foi a vez de mais uma mulher perigosa assombrar uma novela. Em "A Favorita" (2008), Flora ( Patrícia Pillar ) cometeu diversos crimes, incluindo alguns assassinatos. A vilã psicopata fez muito sucesso e foi mais um exemplo de que o público adora personagens de mulheres perversas.

Flora (Patrícia Pillar) em
TV Globo
Flora (Patrícia Pillar) em "A Favorita"

Talvez por isso os autores do remake de "O Astro" (2011) tenham optado por incriminar Clô Hayalla ( Regina Duarte ) pelo assassinato do marido, Salomão Hayalla. Na versão original, exibida entre dezembro de 1977 e julho de 1978, os assassinos eram dois homens. No recente remake, a culpa foi de Clô.

Veja também: Regina Duarte, de namoradinha do Brasil a perua vingativa

A transtornada perua, que se destacou durante a novela pela caricata e memorável interpretação de Regina Duarte, merecia um grand finale. E os autores não deixaram por menos: Clô assumiu o crime e ainda fez um discurso inesquecível, saindo porta afora pedindo algemas, fotógrafos e flashes. Mostrando que as mulheres assassinas, dispostas a abalar as estruturas, têm potencial para reinar por muito tempo nas novelas da TV.

Clô Hayalla (Regina Duarte): no remake de
TV Globo
Clô Hayalla (Regina Duarte): no remake de "O Astro", ela era a assassina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.