“Devemos tomar providências para ele responder por danos morais”, afirmou o vice-presidente da RedeTV!

Amilcare Dallevo Jr. e Marcelo de Carvalho
AgNews
Amilcare Dallevo Jr. e Marcelo de Carvalho

Marcelo de Carvalho reuniu os jornalistas nesta quinta-feira (01) para falar sobre as novidades na grade da programação da Rede TV!, em especial, o programa “Saturday Night Live”, com produção executiva de Rafinha Bastos . Mas, antes de anunciar o novo contratado da emissora, o vice-presidente do canal falou sobre a saída do “Pânico na TV”, que, segundo ele, aconteceu de uma hora para outra. “Fomos informados como vocês, pela imprensa e pelos corredores”, declarou Marcelo.

Leia mais: Rafinha Bastos vai produzir a versão brasileira de “Saturday Night Live”

Ele afirmou ainda que está indignado com uma entrevista dada por Tutinha , dono da marca “Pânico”, a um site na qual ele afirma que, na Band, ele tem a estrutura que não tinha na RedeTV! para trabalhar. “Ele sempre pagou de mendigo e pobrinho. A última gravação do ‘Pânico’ saiu daqui com 60 veículos para o programa. Ano passado, fizeram várias viagens. Nós tínhamos e temos estrutura tecnológica na RedeTV!. Não existe nenhuma instalação tão moderna quanto esta. Tinham helicóptero, cenografia própria, dois cenários virtuais”, desabafou Marcelo.

Marcelo não pensa em deixar as críticas do ex-funcionário passarem em branco. “Devemos tomar providências para ele responder por danos morais. Repudio isso, é uma tremenda de uma sacanagem falar uma coisa dessas. O Tutinha e Emílio (Surita) recebiam metade do faturamento do Pânico. A outra metade, ia para todo o resto, todos os humoristas e produção”, declarou Marcelo, que ainda propôs: “Desafio os dois a mostrarem o contrato deles e de outros humoristas”.

Leia mais: Rafinha Bastos fecha com a RedeTV!

Gastos com a produção

De acordo com Marcelo, o custo de produção do “Pânico” era, à vezes, 20 vezes maior que o de outras atrações da casa. Como o faturamento do programa era 12% do total do canal, Marcelo acredita que, financeiramente, a saída do humorístico não terá impacto nenhum à empresa.

De acordo com Amilcare Dallevo Jr., presidente da RedeTV!, o valor gasto pelo “Pânico” e toda a estrutura serão revertidos para outros programas da grade. “Podemos aproveitar essa estrutura em todos os outros programas da casa. Todo o investimento que colocamos em apenas um programa, vamos poder melhorar muitos programas já existentes e a existir”.

Leia mais: Neste final de semana, Rede TV! exibirá filmes no lugar do ‘Pânico’. Veja como fica a programação do canal

Problemas no "Pânico"

Marcelo falou ainda sobre os problemas apresentados pelo “Pânico” nos últimos meses: “Declínio de audiência e queda de qualidade”. Ele citou ainda que, com esses dois agravantes, foi gerado um terceiro: a dificuldade em renovar contrato com os parceiros e trazer novos anunciantes.

A queda de anunciantes, não só do “Pânico”, mas da emissora em si nos últimos meses, por conta das férias, também foi citada como um problema de outro quesito para o canal: o atraso no pagamento dos funcionários. “De um lado, teve a queda de faturamento. Do outro, a questão financeira internacional”, explicou Marcelo.

Leia também: Rede TV! vende horário para igreja por R$ 7 milhões mensais e ‘divide’ missionário com a Band

Ele ainda declarou que, apesar de os salários estarem todos em dia atualmente, o problema financeiro da emissora não está completamente sanado. “Não acho que a RedeTV! está em crise. Já esteve em crise. Mas vamos sentir o reflexo da crise por muito tempo. Vamos ter cortes, reestruturação e diminuição de custos”. Ainda assim, ele amenizou dizendo que as previsões para 2012 são excelentes.

Em tempo: Mais calmo e comemorando as novidades do canal, Marcelo deixou rapidamente a coletiva sob o comando de Rafinha Bastos e partiu ao encontro da mulher, Luciana Gimenez , p ara comemorar o aniversário de um ano do filho Lorenzo . O tema da festinha? Backyardigans.

Marcelo de Carvalho
AgNews
Marcelo de Carvalho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.