A cantora gospel se ofereceu ao SBT para viver a professora Helena na versão nacional de "Carrossel"

Mara Maravilha quer ser a nova professora Helena: “Eu me sinto muito confortável para fazer este personagem, é puro e infantil”
Divulgação
Mara Maravilha quer ser a nova professora Helena: “Eu me sinto muito confortável para fazer este personagem, é puro e infantil”
“O Silvio Santos lançou meu nome, eu agradeço e tiro proveito disso”
Divulgação
“O Silvio Santos lançou meu nome, eu agradeço e tiro proveito disso”
Mara Maravilha ficou no imaginário das crianças no final dos anos 1980 e agora quer voltar para o mesmo público: os pequenos desta geração. A ex-apresentadora infantil do SBT, que se tornou cantora gospel, tem o desejo de se lançar na carreira de atriz. Tanto que, recentemente, sua assessoria de imprensa contatou a produção do SBT para que ela participasse do processo de seleção para o papel de professora Helena na novela "Carrossel", remake da famosa atração mexicana de 1988. “Eu me sinto muito confortável para fazer este personagem, é puro e infantil”, explicou Mara ao iG Gente

Segundo a coluna "Na TV", Karina Bacchi , Patrícia de Sabrit e Lívia Andrade estariam no páreo do papel principal que ganhou destaque com Gabriela Rivera na versão original.

Mara começou cedo na TV. Aos oito anos de idade a baiana já tinha seu programa infantil em uma emissora afiliada do SBT na Bahia. Mudou-se para São Paulo aos 15 anos a convite de Silvio Santos , dono da emissora, e foi então que sua carreira deslanchou. “O Silvio Santos lançou meu nome, eu agradeço e tiro proveito disso”, conta ela, que não acredita que seu passado na emissora favoreça sua escolha. “Mantenho contato esporádico com o Silvio, mas não é ele quem vai decidir e sim a produção da novela, o Del Rangel ”, continua.

LEIA TAMBÉM: Carol Celico após sair da Renascer: "Voltei a ser quem eu era"

Enquanto torce para uma chance na dramaturgia infantil, Mara segue com seus compromissos como cantora e compositora de música evangélica: ela chega a fazer 15 shows por mês e tem quatro DVDs no mercado, dois adultos e dois infantis. E avisa que não tem pretensão de voltar a ser apresentadora de TV.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Adepta do penteado com franjinha, que virou marca registrada no SBT, Mara diz que abordagem dos fãs ainda é constante nas ruas. “Sou popular, as pessoas me reconhecem, me abraçam, choram.” Ela relembra a época em que estava no mesmo patamar de apresentadoras da Rede Globo que estão no ar até hoje. “Quando você pensa público infantil, pensa em Xuxa , Angélica e Mara Maravilha. Não vejo a minha carreira sem o público infantil.” Em 1990, Mara posou para a revista "Playboy" e é reticente ao falar de alguns trabalhos do passado. “Tem muita coisa que eu não teria feito, mas o que importa é o agora.”


Sobre o passado: “Tem muita coisa que eu não teria feito, mas o que importa é o agora”, diz Mara
Divulgação
Sobre o passado: “Tem muita coisa que eu não teria feito, mas o que importa é o agora”, diz Mara

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.