Além de falar que homens casados preferem travestis, a modelo transexual disse que "sofre bullying todos os dias"

Lea T. para Marília Gabriela:
Carol Soares/SBT
Lea T. para Marília Gabriela: "Somos o lixo do mundo"
Lea T. abriu o jogo para Marília Gabriela em seu programa no SBT, “De Frente com Gabi”. À apresentadora, a transexual fez revelações que mostram que sua orientação sexual ainda é tabu na sociedade. “Eu sofro bullying todo dia. O gay sofre muita discriminação, mas a transexual ainda mais. Infelizmente a transexualidade é rejeitada em todos os lugares do mundo Somos o lixo do mundo”.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

A filha do ex-jogador de Toninho Cerezo falou ainda que não é vaidosa, e que “conservou seu lado moleque”. A modelo, que ainda não fez a operação de mudança de sexo, contou os truques para esconder seu órgão sexual. “Durante os desfiles, tenho que usar uma calcinha bem apertada por baixo do biquíni e colocar “ele” para trás”.

LEIA MAIS: Lea T. sobre preconceito: “Quase fui espancada”

Sem entrar no papel de vítima, Lea admite que há cinco anos briga abertamente com seu corpo. “Tem dias que você se odeia e pergunta por que Deus fez isso com você.” Apesar de achar que não seja uma beleza que atrai os homens, entrega: “Quem gosta de transexual é hetero e normalmente casado. Eles ainda preferem travesti a transexual, pela curiosidade de ter homem e mulher em um só corpo”. Vai ao ar neste domingo (2) à 00h15.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.