Auxiliar de enfermagem é considerada culpada no assalto que terminou com a morte de Silveira (Hugo Carvana)

Norma ( Glória Pires ) não consegue entender como foi enganada por Léo ( G abriel Braga Nunes ). Além de mentir o próprio nome e se identificar como Armando, o filho de Raul ( Antônio Fagundes ) roubou os dólares de Silveira ( Hugo Carvana ) e incriminou Norma, que trabalhava para ele como enfermeira. O patrão ficou desesperado e não resistiu ao choque. Quando a polícia chegou, Norma não conseguiu provar sua inocência e foi para a cadeia.

Norma fica indignada pois não consegue reunir provas contra Léo/Armando
Estevam Avellar/TV Globo
Norma fica indignada pois não consegue reunir provas contra Léo/Armando

No dia do julgamento, a auxiliar de enfermagem não convence o juiz de que foi vítima de uma armadilha milimetricamente planejada para não ter falhas. Norma se frustra e perde as esperanças ao notar que seu algoz sumiu sem deixar rastro.

Sentimento de vingança começa a passar pela cabeça de Norma
João Miguel Júnior/TV Globo
Sentimento de vingança começa a passar pela cabeça de Norma
Norma é levada a um presídio e, apesar da postura de resignação, promete para si mesma que recuperará tudo o que perdeu, especialmente a sua liberdade. Observada pelas detentas, ela logo sente a hostilidade do ambiente, onde terá que viver nos próximos longos anos. Mas ela não se deixa abater, pois está firme em seu objetivo de descobrir a verdadeira identidade de Armando.

Norma entrega seus pertences e vai para a cela
João Miguel Júnior/TV Globo
Norma entrega seus pertences e vai para a cela

As cenas devem ser exibidas a partir da próxima segunda-feira (14).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.