Capanga atira à queima-roupa e liga para a patroa: "Caso encerrado"

Enfermeira ameaça denunciar Ferdinand e Tereza Cristina, e o capanga lhe dá um tiro
Divulgação/TV Globo
Enfermeira ameaça denunciar Ferdinand e Tereza Cristina, e o capanga lhe dá um tiro
A enfermeira que conversou com Tereza Cristina ( Christiane Torloni ) momentos antes da morte de Marcela ( Suzana Pires ) está decidida a não deixar de lado suas suspeitas sobre a vilã. No capítulo que vai ao ar nesta quinta-feira (1), ela aparece no enterro e acusa Tereza Cristina de ser a responsável pela morte da jornalista.

Ferdinand ( Carlos Machado ), que também foi visto pela enfermeira na noite em que Marcela morreu, a segue depois do enterro e começa a ameaçá-la: “Eu, se fosse você, parava por aqui... Antes que seja tarde demais”. Ela reconhece o capanga de Tereza Cristina e devolve a ameaça, dizendo que irá entregá-lo à polícia.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias dos seus famosos favoritos

Ferdinand saca uma arma na hora e mande que ela entre no carro. Quando os dois chegam em um lugar ermo, ele faz uma última tentativa de convencê-la a ficar de bico calado. “Tudo o que eles têm são as imagens de uma mulher loura, supostamente misteriosa, e que só você viu pessoalmente”, diz, se referindo às filmagens das câmeras de segurança do hospital que mostram Tereza Cristina usando uma peruca loira.

Próximos capítulos: Saiba o que vai acontecer nesta semana em "Fina Estampa"

A moça não se intimida e diz que já sabe o nome da mulher, mas o capanga manda que ela saia do carro enquanto aponta a arma em sua direção. Ela fecha os olhos e começa a rezar, mas Ferdinand dispara a queima-roupa. Ele certifica-se de que a enfermeira está morta e faz uma ligação para a sua patroa: "Caso encerrado". As cenas vão ao ar nesta sexta-feira (2).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.