Gravações do reality show começaram no início desta semana, na Argentina

Comandado por Glenda Kozlowski , o reality show "Hipertensão" volta à telinha em setembro. A segunda temporada terá 16 participantes, sendo oito de cada sexo. O programa terá oito episódios e muitas novidades em relação à primeira temporada.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

"O ‘Hipertensão’ vai ser um show de stunts (dublês). As provas serão baseadas em ações de filmes", revela Boninho , o diretor da atração. As gravações começaram no início desta semana, na Argentina, e o programa tem estreia prevista para 8 de setembro, exibido às quintas e domingos. Quem vencer a disputa recebe R$ 500 mil, o vice fica com R$ 100 mil e o terceiro colocado leva R$ 50 mil.

Leia também: Rainha de bateria da Gaviões da Fiel está no "Hipertensão"

CONHEÇA OS PARTICIPANTES:

Adriana, 24 anos, Rio de Janeiro
Alex Carvalho/TV Globo
Adriana, 24 anos, Rio de Janeiro
Conhecida como Adrianinha, a personal trainer de 24 anos, natural do Rio de Janeiro, diz que entrou no jogo para se superar e mostrar para si mesma que é capaz de encarar o desafio. Diz que a única coisa que pode desestabilizá-la é a falsidade. A jovem adora esportes e pratica musculação desde os 13 anos. “Fisicamente treinei bastante para a competição. Fiz inclusive natação, que há tempos não fazia. Psicologicamente, estou trabalhando muito a minha concentração”, adianta a competidora.

Bruno, 30 anos, Minas Gerais
Alex Carvalho/TV Globo
Bruno, 30 anos, Minas Gerais

O vendedor de praia, de 30 anos, que atualmente mora no Rio de Janeiro, nasceu em Além Paraíba (MG) e disse que a atitude mais radical que tomou na vida foi ter vindo morar na Cidade Maravilhosa. Sua rotina de atividades físicas inclui muita malhação e futevôlei todos os dias. “Estou pronto para o programa porque sei que vai ser uma experiência única. Não estou com medo”, declara.

Danillo, 30 anos, Goiás
Alex Carvalho/TV Globo
Danillo, 30 anos, Goiás

O eclético participante, de 30 anos, é militar, modelo e professor. Ele nasceu e mora em Goiânia (GO) tem uma rotina de treinamento físico pesada que inclui musculação, natação, corrida, jiu-jítsu e para-quedismo. “Neste programa eu terei a oportunidade de vivenciar experiências indescritíveis e únicas. Não tenho medo da competição, estou ansioso para que ela comece logo”, disse o participante.

Fernandão, 36 anos, São Paulo
Alex Carvalho/TV Globo
Fernandão, 36 anos, São Paulo

O personal trainer, de 36 anos, é conhecido como Fernandão. Ele mora em São Paulo (SP) e diz que ainda não descobriu do que tem medo. “Meu defeito é que falo muito o que penso. A cordialidade tem um prazo comigo”, conta o participante, que acredita que o seu principal obstáculo no jogo vai ser a convivência.

Joe, 35 anos, Rio de Janeiro
Alex Carvalho/TV Globo
Joe, 35 anos, Rio de Janeiro

O analista de sistemas, de 35 anos, nasceu e mora no Rio de Janeiro e é amante dos esportes radicais. Ele pratica voo livre, surf, escalada e kitesurf. “O Hipertensão é o clímax de tudo o que eu faço e gosto de viver”, afirma o competidor, que diz temer apenas o seu excesso de confiança.

Kelly, 25, Pernambuco
Alex Carvalho/TV Globo
Kelly, 25, Pernambuco

A promotora de eventos pernambucana, de 25 anos, vai tentar manter a calma e o pensamento positivo durante todo o programa. “O meu ponto fraco no jogo serão as provas na água, pois tenho pouco fôlego”, disse a jovem. Na preparação para a competição, ela seguiu sua rotina de musculação e começou a treinar para ficar mais tempo embaixo d’água.

Larissa, 24, Pernambuco
Alex Carvalho/TV Globo
Larissa, 24, Pernambuco

A pernambucana, de 24 anos, que trabalha como supervisora de vendas, luta judô há 15 anos e se diz uma pessoa determinada, alegre e com muita força de vontade. “A minha expectativa é que esse jogo seja muito radical. Não estou com medo do desafio”, afirma a jovem. Ela ainda adianta que vai ter problemas com as provas que tiverem sapos e cobras, pois tem medo destes animais.

Marina, 30 anos, São Paulo
Alex Carvalho/TV Globo
Marina, 30 anos, São Paulo
A produtora de moda, de 30 anos, é natural de São Paulo, tem 37 tatuagens e ama esportes. Ela pratica corrida diariamente, faz spinning, canoagem havaiana e diz que só se exercitando consegue ter a sensação de bem estar. Segundo ela, seus pontos fracos no jogo serão a convivência e o seu emocional. Seu maior medo é não saber até onde vão os seus limites. “Eu quero participar do Hipertensão exatamente para testar os meus limites e pelo prêmio”, conta a bela.

Mauro
Alex Carvalho/TV Globo
Mauro

Conhecido como Maurão, o operador de bolsa de valores mora no Rio de Janeiro e tem 31 anos. Ele se preparou fisicamente para o jogo fazendo musculação, corrida, natação e futevôlei. “Entrei no Hipertensão para superar os meus limites e os dos meus oponentes”, adianta o carioca. Ele disse ainda que está ansioso para o jogo, mas que não tem medo.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187122592 &_c_=MiGComponente_C

A dentista, de 27 anos, natural do Rio de Janeiro afirma que a sua determinação vai fazê-la ganhar o jogo. A carioca pratica corrida, surf, vela, skate e trekking. “Decidi participar do Hipertensão porque gosto de desafios e espero que o prêmio me aproxime mais dos meus sonhos”, disse a bela que ainda não sabe o que fará com o prêmio se vencer o jogo.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187124081 &_c_=MiGComponente_C

A empresária paulista de 25 anos se preparou para entrar no jogo com uma alimentação balanceada, treino de musculação e pole dance. Ela já praticou rafting, rali, pulou de bungee jumping e saltou de Skycoaster. “Acredito que vou conseguir ganhar o programa porque tenho garra, luto para alcançar os meus objetivos, sou perspicaz e dinâmica”, adiantou.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187124671 &_c_=MiGComponente_C A tatuadora brasiliense, de 27 anos, cursa faculdade de Educação Física e está se preparando para ser halterofilista. Ela luta jiu-jítsu, muay thai, musculação e ginástica olímpica. “Eu quero muito ganhar esse prêmio para comprar uma casa para minha mãe. Eu sou guerreira, sei que vou conseguir”, disse a competidora.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187125767 &_c_=MiGComponente_C

O modelo, de 23 anos, natural de Goiânia se preparou para o jogo com muita musculação e exercícios aeróbios. “Eu mereço ganhar esta competição porque sou determinado. E eu sei que vou superar os meus limites”, afirma Rafael, que considera a impulsividade o seu ponto fraco.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187146466 &_c_=MiGComponente_C

O carioca, de 23 anos, é estudante de Veterinária e modelo. Ele acredita que seus exemplos de superação vão motivá-lo dentro da competição. O rapaz pratica esportes diariamente e adora jogar vôlei. “Eu só desistiria da disputa se ficasse impossibilitado de realizar as provas”, adianta Ramon, que quer conquistar o primeiro lugar no jogo para poder provar a si mesmo que é capaz.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187146947 &_c_=MiGComponente_C

A modelo, de 23 anos, é natural de São Paulo. Ela pratica musculação e natação e já foi triatleta, além de ter feito patinação artística. “Eu sempre lutei muito para alcançar os meus objetivos, e aqui no programa não vai ser diferente. Cada momento dentro do jogo vai ser de muita garra e superação”, disse Tatiane que confessa ter pavor de baratas.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597187147577 &_c_=MiGComponente_C

O mineiro, de 28 anos, é treinador e vai levar para o jogo um amuleto muito especial: o livro de Lica. Sua namorada fez um caderninho para ele ler a cada dia na competição. O rapaz é triatleta e adora se exercitar. Treina em média de cinco a seis horas por dia. “Em uma situação de Hipertensão, eu só fico ansioso até começar a gastar energia e fazer força”, diz Thiago.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.