Em "A Vida da Gente", Manu se casa com um antigo amor de Ana; relembre outras irmãs que disputaram o mesmo homem na TV

Manu (Marjorie Estiano), que ficou com o namorado da irmã em
TV Globo
Manu (Marjorie Estiano), que ficou com o namorado da irmã em "A Vida da Gente"


A novela das 18h da Globo, "A Vida da Gente" , chega a um grande clímax: após cinco anos em coma, a tenista Ana ( Fernanda Vasconcellos ) recupera a consciência. E vai acordar para uma surpresa desagradável: sua irmã, Manu ( Marjorie Estiano ), está casada com seu ex-namorado, Rodrigo ( Rafael Cardoso ). E mais: Manu e Rodrigo criam a filha que Ana teve com o rapaz antes de entrar em coma.

Enquete: Manu errou ao aceitar se casar com Rodrigo?

Esse entrevero traz de volta uma situação que sempre foi muito explorada no universo das telenovelas: duas irmãs que disputam o mesmo homem. Inúmeras novelas abordaram o assunto, sob diferentes ângulos. Em alguns casos, as irmãs invejosas conseguiram seduzir os cunhados. Em outros, ficaram apenas na vontade.

Manu (Marjorie Estiano), Ana (Fernanda Vasconcellos) e Rodrigo (Rafael Cardoso) nos capítulos iniciais de
TV Globo
Manu (Marjorie Estiano), Ana (Fernanda Vasconcellos) e Rodrigo (Rafael Cardoso) nos capítulos iniciais de "A Vida da Gente"

GÊMEAS RIVAIS

Em se tratando de irmãs, a disputa fica ainda mais acirrada quando elas são gêmeas. Assim, a novela "Mulheres de Areia" (1993), no ar em reprise no "Vale a Pena Ver de Novo" , da TV Globo, se apoiava exatamente nessa trama. Marcos ( Guilherme Fontes ) se apaixona pela doce Ruth ( Glória Pires ). Mas Raquel, a gêmea malvada, engana Marcos e o seduz. Ele acaba se casando com a irmã perversa.

A novela dá uma virada quando um acidente de barco atinge as gêmeas. Raquel desaparece no mar, e Ruth assume a identidade da irmã, buscando assim reconquistar Marcos. A trama já havia sido produzida em 1973, pela TV Tupi, com Eva Wilma e Carlos Zara nos papéis principais.

Leia também: Mulheres que matam: as assassinas das novelas

Ruth e Raquel (Glória Pires), as gêmeas de
Divulgação/TV Globo
Ruth e Raquel (Glória Pires), as gêmeas de "Mulheres de Areia"

Outra novela com gêmeas concorrentes foi "Paraíso Tropical" (2007). Paula ( Alessandra Negrini ) e Daniel ( Fábio Assunção ) vivem um romance. A gêmea malvada, Thaís, arma um plano para matar Paula e assume a identidade da irmã, ficando ao lado de Daniel. Mas o plano logo é descoberto, e Paula retorna, desmascarando Thaís.

No cinema, o mote foi abordado em "Gêmeas" (1998), baseado em conto de Nelson Rodrigues. Fernanda Torres vivia as irmãs que disputavam o amor de um homem ( Evandro Mesquita ). O sinistro filme não tem o mesmo final feliz que costuma acontecer nas novelas.

As gêmeas Paula e Thaís (Alessandra Negrini) em
TV Globo
As gêmeas Paula e Thaís (Alessandra Negrini) em "Paraíso Tropical"

MOVIDAS PELA INVEJA

Leandra Leal interpretou duas vezes o papel da caçula que tem inveja da irmã mais velha. Em "Explode Coração" (1995), Leandra foi Yanka, que cobiçava o cigano Igor ( Ricardo Macchi ), namorado de Dara ( Tereza Seiblitz ). Já no remake DE "Pecado Capital" (1998), Leandra viveu Clarelis, que desejava Carlão ( Eduardo Moscovis ), noivo de sua irmã Lucinha ( Carolina Ferraz ). Na versão original, de 1976, Elisângela era a irmã caçula, então batizada como Emilene. Carlão e Lucinha foram vividos por Francisco Cuoco e Betty Faria .

Leandra Leal como Yanka em
Reprodução
Leandra Leal como Yanka em "Explode Coração", e vivendo Clarelis em "Pecado Capital"

IRMÃS CARICATAS

Em "Guerra dos Sexos" (1983), de Sílvio de Abreu , o assunto tinha viés cômico. A riquinha Analu ( Ângela Figueiredo ) viveu um caso com o motorista Nando ( Mário Gomes ). Analu fica obcecada pelo rapaz, mas ele é apaixonado pela irmã da garota, Juliana ( Maitê Proença ). Nem mesmo o casamento de Nando e Juliana consegue sossegar Analu - ela vai à cerimônia vestida de preto, como uma viúva.

Também escrita por Sílvio, "Cambalacho" (1986) contava com uma grande vilã: Andréia ( Natália do Valle ). Apaixonada por Rogério ( Cláudio Marzo ), marido de sua irmã Amanda ( Susana Vieira ), ela consegue separar o casal e seduzir Rogério. Mas ele termina voltando para os braços da ex-mulher, recuperado após levar um tiro de Andréia.

Leia também: Sílvio de Abreu fala sobre remake de "Guerra dos Sexos"

Natália do Valle viveu Andréia em
Reprodução
Natália do Valle viveu Andréia em "Cambalacho". A vilã seduzia o marido de sua irmã

IRMÂS DIABÓLICAS

Em "Eterna Magia" (2007), a competição contou com reforços esotéricos. A pianista Eva ( Malu Mader ) deseja reconquistar seu antigo namorado, Conrado ( Thiago Lacerda ). Mas agora ele é noivo de Nina ( Maria Flor ), irmã mais nova de Eva. A vilã recorre aos serviços da bruxa Zilda ( Cássia Kiss ) para separar o casal.

Eva (Malu Mader) nos braços de Conrado (Thiago Lacerda) em
TV Globo
Eva (Malu Mader) nos braços de Conrado (Thiago Lacerda) em "Eterna Magia"

Já em "Quem é Você" (1996), Cássia Kiss assume o papel da irmã malvada. Ela viveu Beatriz, irmã de Maria Luíza ( Elizabeth Savalla ), casada com Afonso ( Alexandre Borges ). No passado, Beatriz teve um filho com Afonso, às escondidas. No presente, ela revela a verdade, levando Maria Luíza a ter um surto, seguido de internação em uma clínica. Assim, o caminho fica livre para Beatriz e Afonso. Mas a vilã não atinge o sucesso: Afonso continua eternamente apaixonado por Maria Luíza.

Em "Meu Bem Querer" (1998), as irmãs Rebeca (Alessandra Negrini) e Lívia ( Flávia Alessandra ) amam Antônio ( Murilo Benício ). Antônio ama Rebeca, mas cai em uma armadilha de Lívia e se casa com ela. Frustrada, Rebeca se casa com Juliano ( Leonardo Brício ). O final reserva uma surpresa: Antônio e Juliano também são irmãos.

Lívia (Flávia Alessandra), a irmã invejosa, e Juliano (Leonardo Brício) em
Reprodução
Lívia (Flávia Alessandra), a irmã invejosa, e Juliano (Leonardo Brício) em "Meu Bem Querer"

IRMÃS INOCENTES

Existem as personagens que nutrem paixões platônicas pelos cunhados. Era o caso da masculinizada Rubi (Carolina Ferraz), de "Kubanacan" (2003). Ela vivia brigando com Enrico ( Vladimir Brichta ), casado com Lola ( Adriana Esteves ), irmã de Rubi. Mas as brigas escondiam um interesse da moça pelo cunhado.

Rubi (Carolina Ferraz), Lola (Adriana Esteves), Enrico (Vladimir Brichta) e a mãe das garotas, Dolores (Nair Bello) em
TV Globo
Rubi (Carolina Ferraz), Lola (Adriana Esteves), Enrico (Vladimir Brichta) e a mãe das garotas, Dolores (Nair Bello) em "Kubanacan"

PRÉ-HISTÓRICAS

O gancho da disputa entre irmãs é utilizado nas novelas desde as produções clássicas dos anos 60 e 70. Recém lançada em DVD, "Dancin' Days" (1978) também abordou o tema. As irmãs Júlia Matos ( Sônia Braga ) e Yolanda Pratini ( Joana Fomm ) eram inimigas. Na segunda fase da história, Júlia se vinga de Yolanda roubando o namorado desta, Artur ( Mauro Mendonça ) - uma das últimas esperanças de Yolanda de se casar com um homem rico.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597380545344 &_c_=MiGComponente_C

"Véu de Noiva" (1969), considerada a primeira novela da fase moderna da TV Globo, começava já com uma traição. Andréia ( Regina Duarte ) desmancha seu noivado com Luciano ( Geraldo Del Rey ) ao descobrir que ele tem um romance com sua irmã, Flor ( Myriam Pérsia ). Flor acaba tendo um filho de Luciano, mas deixa a criança aos cuidados da irmã. Tempos depois, retorna, querendo o filho de volta. Começa uma disputa judicial.

Mas esse já é um outro tema: mulheres que disputam o carinho, a guarda e o amor de filhos. Um assunto que é a espinha dorsal da próxima reprise a estrear no Canal Viva: "Barriga de Aluguel" (1990), que volta ao ar em dezembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.