Mesmo após delegado dizer que o modelo está livre, emissora descarta retorno do ex-brother

Daniel
Divulgação
Daniel
Após Antônio Ricardo Nunes , da 32ª DP do Rio de Janeiro colher os depoimentos de Daniel e Monique na manhã desta terça-feira (17), o delegado informou que “Daniel está livre” . Ainda assim, o inquérito policial seguirá.

Leia também: Daniel é expulso do Big Brother Brasil 12, após suposto abuso sexual

Confira: Áudio revela o que Monique falou no confessionário sobre o suposto abuso

Além disso, a Globo emitiu um comunicado, informando que, mesmo após os dois participantes informarem que não houve relação sexual, o modelo não vai retornar ao programa. “A produção do programa avalia que o comportamento do participante foi inadequado, o que impede seu retorno à casa”, explica a emissora.

Enquete: Você acha que houve abuso sexual?

Vote também: Monique também deve ser expulsa do BBB12?

Confira o comunicado oficial completo:

O delegado Antônio Ricardo Nunes, da 32a DP (Taquara), esteve hoje na Central Globo de Produção para ouvir a estudante Monique Amim e o modelo Daniel Echaniz, que, na madrugada de domingo, protagonizaram cenas de intimidade no BBB 12 e geraram suspeita de abuso sexual.

Em depoimento oficial à Polícia, no entanto, Monique afirmou que estava consciente e agiu de forma consentida.

Monique se recusa a fazer exame de corpo de delito

Assim que surgiu a suspeita, a TV Globo iniciou a apuração dos fatos, que num primeiro momento apontavam para uma cena de carícias semelhante à de outras edições. Após avaliação, a emissora decidiu pelo afastamento de Daniel, até para que ele pudesse prestar esclarecimentos formais à polícia.

De qualquer forma, a produção do programa avalia que o comportamento do participante foi inadequado, o que impede seu retorno à casa.

Leia também: “Na minha mente só vem uma coisa: racismo”, diz mãe de Daniel

Leia mais: Bial explica expulsão de Daniel em poucas palavras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.