Timóteo surpreende o Rei do Cangaço e o leva para a cadeia

Herculano ( Domingos Montagner ) e seu bando sofrem uma emboscada planejada por Timóteo ( Bruno Gagliasso ), prefeito Patácio ( Marcos Caruso ) e delegado Batoré ( Osmar Prado ). A armadilha acontece durante uma sessão do filme produzido por Penélope ( Paula Burlamaqui ) no cinema de Brogodó. A película retrata o dia a dia do capitão Herculano e seus homens. Os cangaceiros, homenageados, comparecem ao evento em um compromisso de paz, conforme o combinado anteriormente com o prefeito.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Jesuíno dá um forte abraço no pai
Blenda Gomes/TV Globo
Jesuíno dá um forte abraço no pai

Ao fim da sessão, os policiais, à paisana, anunciam a prisão de Herculano. Há um grande corre-corre e Cândida ( Ilva Niño ) faz Ternurinha ( Zezé Polessa ) de refém para possibilitar a fuga do bando. O capitão fica para trás ao se ferir no meio da confusão e é ajudado por Cesária ( Lucy Ramos ). Ele se refugia no cinema e a polícia tenta invadir para prender o líder dos cangaceiros, mas Jesuíno ( Cauã Reymond ) e seus amigos chegam para defender Herculano. O noivo de Açucena ( Bianca Bin ) enfrenta a volante e Timóteo. Quando Herculano, muito debilitado, sai do cinema com Cesária, Jesuíno pede que a polícia não o prenda e o chama de pai pela primeira vez.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

O capitão se emociona com a atitude do filho e, sem acreditar no que acabou de ouvir, sorri e pergunta: “Pai?! Tu me chamou de pai, Jesuíno?”. Os dois choram de emoção e Jesuíno repete outras vezes que ele é sim, seu pai. Os dois se abraçam, o capitão cai sobre os braços de Jesuíno, mas Batoré ordena que seus soldados levem o cangaceiro para a delegacia imediatamente. Herculano é preso e Jesuíno faz de tudo para levar um médico até sua cela para tratar os ferimentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.