Confira os títulos das novelas que se inspiram em nomes de filmes e músicas

As tramas "Amor Eterno Amor", "Cheias de Charme" e "Avenina Brasil", entre outras, são homônimas de outras obras

Lufe Steffen especial para o iG |

TV Globo
Gabriel Braga Nunes em "Amor Eterno Amor", a nova novela das 18h


A novela "Amor Eterno Amor" acaba de estrear às 18h na Globo e traz vários atrativos para o público - algumas novidades, principalmente no elenco, mescladas com antigos trunfos folhetinescos. Embalando o produto, um título que também não é exatamente novo: "Amor Eterno Amor" foi o nome que batizou o filme francês "Innocence" (2000), em sua versão brasileira.

Leia também: Peão, periguete, vilã: Confira o ranking de personagens de novela

Coincidentemente, as próximas novelas da emissora também surgem com títulos homônimos. "Avenida Brasil", a nova das 21h, é o título de uma música de Marina Lima . E "Cheias de Charme", a próxima das 19h, se inspira em "Cheia de Charme" - hit de Guilherme Arantes nos anos 1980. Ainda não foi divulgado se a canção de Guilherme irá embalar a abertura da trama.

TV Globo
Débora Falabella em "Avenida Brasil", a próxima novela das 21h

Ao longo das décadas, muita criatividade foi necessária para os autores na hora de escolher os títulos de suas histórias. Durante muito tempo, vigorou a prática de batizar a novela com o mesmo nome da música tema de abertura. Como aconteceu em "Ti-ti-ti" (1985 e também na versão de 2010), "Da Cor do Pecado" (2004) e "Fera Ferida" (1993), para ficar em alguns poucos exemplos - são inúmeros.

Veja também: Os peões mais marcantes das novelas

Nas décadas de 1970 e 1980, era comum também que o título fosse escolhido, e depois um compositor era chamado para criar a música de abertura especialmente para a trama - caso de "Pecado Capital" (1976), cuja canção de Paulinho da Viola foi regravada pelo grupo Só Pra Contrariar no remake da novela, em 1998.

TV Globo
Bianca Bin e Cauã Reymond em "Cordel Encantado"

A recente "Cordel Encantado" (2011) tinha um título que fazia referência à banda pernambucana Cordel do Fogo Encantado, hoje extinta. E a atual das 21h, "Fina Estampa", se inspira diretamente no CD "Fina Estampa", lançado por Caetano Veloso em 1994, com músicas gravadas em espanhol.

O contrário também ocorre: filmes estrangeiros que ao chegar no Brasil, ganham títulos de novelas do passado. "Direito de Amar" (A Single Man, 2009), a estreia do estilista Tom Ford na direção de cinema, recebeu o mesmo nome da novela global "Direito de Amar" (1987). "Guerra dos Sexos" (That Old Feeling, 1993), com Bette Midler , repetiu o nome da novela de Silvio de Abreu exibida em 1983 - e que vai ganhar remake neste ano.

TV Globo
Christiane Torloni em "Fina Estampa"

Silvio de Abreu, cinéfilo confesso, já fez o caminho inverso homenageando o cinema italiano. Suas duas últimas novelas, "Belíssima" (2005) e "Passione" (2009), tiveram títulos inspirados nos filmes "Belíssima" (1951) e "Passione" (1953).

O mesmo Silvio também se inspirou no cinema paulista. "A Próxima Vítima", novela de 1995, tinha título homônimo ao filme de 1983, estrelado por Antônio Fagundes .

Confira na galeria outras novelas que tiveram títulos inspirados em filmes, músicas, livros e similares.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG