O juiz do caso decidiu que a audiência sobre o caso será aberta, o que é considerado um revés para o caso

Charlie Sheen
Getty Images
Charlie Sheen
Um juiz decidiu na quarta-feira que o processo de Charlie Sheen contra a Warner Bros não terá uma audiência aberta. A ação foi motivada pela sua demissão da série de comédia de sucesso "Two and a Half Men".

Siga o iG Gente e Tv no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre seu programa favorito

A decisão do juiz da Corte Superior de Los Angeles Allan Goodman foi vista como uma vitória para o estúdio responsável pela sitcom e para o produtor Chuck Lorre , que também é alvo de um processo de Sheen por conta de discussão com o ator.

Depois de tirar férias da série para um processo de reabilitação de uso de drogas, Sheen foi demitido em março de "Two and a Half Men", que é produzida pela Warner Bros e é transmitida pela CBS. Sheen, que alega no processo que foi demitido por criticar os produtores, quer mais de 100 milhões de dólares em indenização.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.