"Barriga de Aluguel" volta ao ar no Canal Viva

Cláudia Abreu e Cássia Kiss estrelam o primeiro sucesso de Glória Perez

Lufe Steffen, especial para o iG Gente |

Divulgação/Canal Viva
Cássia Kiss e Victor Fasano em "Barriga de Aluguel", que volta ao ar no Canal Viva


Estreou nessa quinta (01) no Canal Viva a novela "Barriga de Aluguel", que será exibida de segunda a sexta às 16h30, substituindo "O Rei do Gado". "Barriga de Aluguel" foi originalmente exibida na TV Globo entre agosto de 1990 e junho de 1991, e já foi reprisada no "Vale a Pena Ver de Novo" da própria Globo, em 1993.

Leia também: Viva: A decisão dos títulos é tomada em conjunto com a Globo

A novela foi o primeiro sucesso de Glória Perez . A novelista estreara como assistente da mestra Janete Clair , em "Eu Prometo" (1983). Janete faleceu durante o trabalho, e Glória concluiu a trama, sob a coordenação de Dias Gomes , viúvo de Janete. Depois dessa experiência, Glória escreveu "Partido Alto" (1984) em parceria com Aguinaldo Silva .

Divulgação/Canal Viva
A jogadora de vôlei Ana e a dançarina Clara: duelo de mães

Logo após essa novela, a autora apresentou à Globo a sinopse da história que daria origem à "Barriga de Aluguel": uma trama que abordava a ciência, ao narrar o drama de uma mulher que não pode ter filhos, e decide contratar uma mãe de aluguel. Em 1984, tal tema era ainda bastante insólito, e a Globo rejeitou a ideia. No livro "Autores", lançado pelo Memória Globo em 2008, Glória se lembra do caso.

"Escrevi a sinopse. Aconteceu o costumeiro em relação às minhas tramas: causou polêmica. 'Que história louca, isso não existe', diziam", contou a autora no livro. "Tiveram medo. 'Barriga de Aluguel' ficou seis anos engavetada, sob acusação de ser ficção científica".

A novelista passou pela TV Manchete, onde escreveu a novela "Carmen" (1987), e voltou para a Globo, onde escreveu a minissérie "Desejo" (1990). Só então "Barriga de Aluguel" foi desengavetada.

Veja também: Maitê Proença estrela "Contos de Verão" no Canal Viva

Divulgação/Canal Viva
Cássia Kiss, Cláudia Abreu, Victor Fasano e o bebê: polêmica em "Barriga de Aluguel"

A premissa inicial de Glória continuou sendo a mesma. Ana ( Cássia Kiss ) é uma famosa jogadora de vôlei, que vive um casamento perfeito com Zeca ( Victor Fasano ). Mas o casal tem um problema: Ana não pode ter filhos. A solução é recorrer a uma clínica e contratar uma mãe de aluguel. Entra em cena a suburbana dançarina de boate Clara ( Cláudia Abreu ), que quer ganhar uma fortuna em pouco tempo.

Ana vai doar o óvulo, e Zeca doará os espermatozóides. Tais elementos serão introduzidos em Clara, que assim, só contribui com o útero - ou, em resumo, com a barriga. E aí começa a discussão da novela. Quem é a mãe verdadeira? O útero ou o óvulo?

A polêmica aumenta porque Clara, que no início só topou o pacto porque estava interessada no dinheiro, acaba se afeiçoando ao bebê que carrega na barriga, e decide romper o acordo, ficando com o filho para si. Ana e Zeca, por sua vez, continuam querendo o bebê. Tudo se complica quando Zeca se envolve amorosamente com Clara.

Divulgação/Canal Viva
Humberto Martins e Cássia Kiss nos bastidores de "Barriga de Aluguel"

A novela foi um grande sucesso no horário das 18h. As atrizes Cássia Kiss e Cláudia Abreu realizaram um trabalho memorável. Foi a novela que projetou definitivamente Cláudia Abreu - na sequência ela faria a minissérie "Anos Rebeldes" (1992) e se tornaria uma das estrelas brasileiras mais badaladas.

Leia também: Minissérie "Labirinto" volta ao ar 13 anos depois

Além disso, a trama lançou inúmeros atores: Denise Fraga como a ingênua Ritinha, Eri Johnson como o maquiador gay Lulu, Humberto Martins no papel do caminhoneiro João, Jairo Mattos como o médico Tadeu, Tereza Seiblitz como Laura. Também era a estreia de Victor Fasano como ator.

Divulgação/Viva
Eri Johnson viveu Lulu em "Barriga de Aluguel"; na foto, com Cássia Kiss


No elenco, havia também Daniella Perez , filha da autora, em seu primeiro trabalho na TV. A atriz seria assassinada em dezembro de 1992, durante a novela "De Corpo e Alma", também escrita por Glória. Ainda, destaque para Adriano Reys , que acaba de falecer. O ator encarnou o Dr. Barone, que dirigia a clínica procurada por Ana e Zeca.

Confira as mudanças no visual de Cássia Kiss de 1990 para 2011

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG