Apresentador também teria dito a pessoas da equipe que segue na Band para não comprometer sua liberdade editorial

José Luiz Datena
Band/Divulgação
José Luiz Datena
Na Record, não há nenhuma posição oficial sobre um possível convite para contratar José Luiz Datena para a emissora. “Não temos nada a declarar”, informou a assessoria. Na Band, o silêncio é o mesmo, mas com uma certeza: “Ele segue no ar”, diz o assessor de imprensa. Apesar de não divulgar dados sobre o contrato do apresentador, a Band informa que recentemente houve uma renovação com o funcionário.

O zum-zum-zum que segue em torno do apresentador se deve a uma possível proposta milionária que ele teria recebido para trocar de emissora. A Record teria oferecido cerca de R$ 1,4 milhão para tirar Datena da Band, onde ele recebe cerca de R$ 500 mil mensais.

Nesta quinta-feira (12), porém, Datena também resolveu desmentir, ao vivo, a tentativa da concorrência. “Imagina. Se os caras me fazem uma proposta de um milhão e quatrocentos eu já estava lá na Barra Funda, estacionado. Evidente que não recebi uma proposta. Isso é piada”, afirmou ele durante o “SP Acontece”, um de seus programas na grade do canal.

O que corre nos bastidores, porém, é de que a Band resolveu cobrir a proposta da concorrência. Uma fonte dentro da emissora informou ao iG que o valor a ser pago não chega ao oferecido pela Record, mas beneficia da mesma maneira o apresentador. “Fecharam em R$ 1 milhão e vão assumir as dívidas dele com a Record”. A emissora move um processo contra ele por causa de uma quebra de contrato.

Outra funcionária do canal contou ainda que o apresentador não se animou muito com a proposta da Record, pois lá "seria monitorado pelos bispos". Na Band, segundo o próprio Dantena, "ele tem liberdade total", como teria dito à funcionária que conversou com a reportagem.

A notícia da permanência de Datena foi recebida com alívio por sua equipe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.