Confira as mulheres maduras que conquistaram os garotões nas novelas

Em
Blenda Gomes/TV Globo
Em "Araguaia", Amélia (Júlia Lemmertz) fica com Vítor (Thiago Fragoso), engordando a lista de mulheres maduras que namoram rapazes



A novela " Araguaia " termina nesta sexta-feira (08), e deve reservar um final feliz para Amélia ( Júlia Lemmertz ) e Vítor ( Thiago Fragoso ), depois de muitos obstáculos provocados pelo terrível marido marido dela, Max ( Lima Duarte ).

Apesar da diferença de idade entre Amélia e Vítor, o problema entre eles não era esse tabu. E sim o fato de, no início da trama, Vítor ser noivo da filha dela, Manuela ( Milena Toscano ). Na fase posterior, o poderoso Max passou a sabotar o romance de Amélia e Vítor - incluindo vários atentados contra a vida do jovem herói.

Com a prisão de Max, o caminho fica livre de vez para Amélia e Vítor, marcando assim mais um casal formado por uma mulher madura e um rapaz mais jovem. Uma situação que tornou-se comum na TV, celebrando o charme das tais mulheres maduras, liberadas, sensuais e que conquistam os garotões - ou pagam por eles.

Courteney Cox, estrela de
SplashNews
Courteney Cox, estrela de "Cougar Town"
Na série americana "Cougar Town", Courteney Cox também faz essa linha. A atriz de 46 anos vive Jules Cobb, divorciada que passa a se envolver com homens mais novos.

Na TV brasileira, a cena já acontece há algumas décadas, e algumas atrizes até se especializaram em encarnar a figura feminina madura e sedutora.

Além de Júlia em "Araguaia", o exemplo mais recente é Maitê Proença , a Stela de "Passione", de 2010. A milionária entediada e cansada dos maus tratos do marido tinha como válvula de escape os casos passageiros que colecionava com homens mais jovens que encontrava no shopping. A situação muda de figura quando ela se apaixona por Agnelo ( Daniel de Oliveira ). O casal sofre muito antes do esperado "e viveram felizes para sempre".

Em
Divulgação/TV Globo
Em "Passione", Stela (Maitê Proença) e Agnelo (Daniel de Oliveira)

Glória Menezes também já encarnou o papel da loba. Já em 1979, na novela "Pai Herói", ela era Ana Preta, que vivia um romance com André Carajana ( Tony Ramos ). Na época com 45 anos, Glória estrelou cenas românticas ao lado de Tony, então com 31.

A dupla voltaria a se envolver em 1990, em "Rainha da Sucata", onde Glória vivia a falida Laurinha Figueroa, eternamente apaixonada pelo enteado Edu (Tony).

E vale lembrar "Guerra dos Sexos" (1983/84), onde a viúva Roberta Leone (Glória) terminava feliz ao lado de Nando ( Mário Gomes ), vinte anos mais novo.

Expedito (Rafael Calomeni) e sua namorada mais velha, Lorena (Susana Vieira) em
TV Globo/João Miguel Júnior
Expedito (Rafael Calomeni) e sua namorada mais velha, Lorena (Susana Vieira) em "Mulheres Apaixonadas"
Suzana Vieira aderiu ao gênero em 1985. Na novela "Um Sonho a Mais", a personagem Renata namorava garotões como Joaquim ( Edson Celulari ). No ano seguinte, em "Cambalacho", a atriz viveu Amanda, advogada que teve um caso com Aramis ( Paulo César Grande ). Mais recentemente, em "Mulheres Apaixonadas" (03), ela foi Lorena, que namorava o jovem Expedito ( Rafael Calomeni ).

A veterana Yoná Magalhães é outra adepta. Em "Meu Bem Meu Mal" (90/91), ela foi Valentina, casada com o mulherengo Henrique ( Thales Pan Chacon ). Terminou presa, depois de assassinar Ana Maria ( Luma de Oliveira ), uma das amantes do marido. Já em "A Próxima Vítima" (95), final feliz para Carmela, ao lado do rapaz Adriano ( Lugui Palhares ), trinta anos mais novo.

Jocasta (Vera Fischer) e Édipo (Felipe Camargo) em
Reprodução
Jocasta (Vera Fischer) e Édipo (Felipe Camargo) em "Mandala", adaptada da tragédia grega de Sófocles
Vera Fischer entrou para o time em 1987, na novela "Mandala". Com um detalhe: sua Jocasta vivia um romance com um homem mais jovem que era seu próprio filho, Édipo ( Felipe Camargo ). Os dois não terminaram juntos, mas o romance continuou na vida real, durante alguns anos, gerando um filho e muitos escândalos. Em "Laços de Família" (2000/01), Vera voltou à carga interpretando Helena, que se envolve com Edu ( Reynaldo Gianecchini ).

No mundo da ficção, que muitas vezes reflete a realidade, existem também as "coroas" que apelam para o poder financeiro - e pagam pela companhia de seus garotões. Como Odete Roitman ( Beatriz Segall ) em "Vale Tudo" (88/89), que circulou com alguns rapazes ao longo da novela, culminando em seu polêmico caso com César Ribeiro ( Carlos Alberto Riccelli ).

Edu (Reynaldo Gianecchini) e Helena (Vera Fischer) em
TV Globo
Edu (Reynaldo Gianecchini) e Helena (Vera Fischer) em "Laços de Família"

Ou a perua Ornela ( Vera Holtz ), de "Belíssima" (05/06), que pagava os serviços de Mateus ( Cauã Reymond ). Mas quem levou o rapaz no final foi a vilã Bia Falcão ( Fernanda Montenegro ), que o carregou para Paris.

Mateus (Cauã Reymond) saía com Ornela (Vera Holtz), mas terminou ao lado de Bia Falcão (Fernanda Montenegro) em
TV Globo/Zé Paulo Cardeal
Mateus (Cauã Reymond) saía com Ornela (Vera Holtz), mas terminou ao lado de Bia Falcão (Fernanda Montenegro) em "Belíssima"

Mas nem sempre é o dinheiro que conta. Em "Sassaricando" (87/88), duas jovens senhoras sem grandes fortunas terminaram felizes ao lado de seus garotões: Leonora ( Irene Ravache ) e Guel ( Edson Celulari ), e Penélope ( Eva Wilma ), que ficou com Tadeu ( Roberto Bataglin ), o melhor amigo de seu filho.

Odete Roitman (Beatriz Segall) rende-se ao charme de César Ribeiro (Carlos Alberto Riccelli) em
Reprodução
Odete Roitman (Beatriz Segall) rende-se ao charme de César Ribeiro (Carlos Alberto Riccelli) em "Vale Tudo"
Já na minissérie "Cinquentinha", Marília Gabriela foi Mariana Santoro, que bateu os recordes ao namorar Eduardo ( Rafael Cardoso ), de 19 anos, que era amigo não de seu filho, mas de seu neto.

A sofrida Raquel ( Helena Ranaldi ) de "Mulheres Apaixonadas", por sua vez, viveu um romance com Fred ( Pedro Furtado ), um de seus alunos. Mas o caso teve final trágico: o garoto morreu ao lado do psicótico ex-marido dela, Marcos ( Dan Stulbach ).

Na mesma trama, Sílvia ( Natália do Valle ) teve um caso com o motorista de táxi Caetano ( Paulo Coronato ).

E até em novelas de época as mulheres maduras rendem-se aos rapazes. Em "Sinhá Moça" (86), a Baronesa Cândida ( Elaine Cristina ) envolve-se com Ricardo ( Daniel Dantas ), e termina a seu lado.

O mesmo aconteceu no remake da novela, em 2006, quando a Baronesa (desta vez, Patrícia Pillar ) se apaixonou pelo mesmo Ricardo ( Bruno Gagliasso ).



Ilka Soares como Celeste em
Reprodução
Ilka Soares como Celeste em "Locomotivas" (1977)
Mas a pioneira é mesmo Ilka Soares . A atriz, símbolo sexual do cinema nos anos 50 e 60, viveu a solteirona Celeste na novela "Locomotivas" (1977). Celeste era vizinha de Netinho ( Dennis Carvalho ), eternamente apaixonada por ele. Ao final, conquistou o rapaz, driblando até o ciúme possessivo da mãe dele, Margarida ( Míriam Pires ).

Ela foi a precursora das "Cougar Town" da TV brasileira - que devem continuar conquistando os rapazes, nas novelas e na vida real.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.