Novela das seis, atração de conteúdo livre, é revista por apresentar linguagem agressiva, depreciativa e conteúdos angustiantes

Manu se emociona em encontro com a irmã Ana, que acaba de sair do coma:
Divulgação/TV Globo
Manu se emociona em encontro com a irmã Ana, que acaba de sair do coma: "conteúdos angustiantes"
A atual novela das seis da Rede Globo, “A Vida da Gente”, que estreou como um programa de conteúdo livre, passará a ser não recomendada para menores de 10 anos de idade. A mudança é obra de uma determinação do Ministério da Justiça, que decidiu alterar a classificação etária da atração por considerar que a obra apresenta conteúdos inadequados à classificação atribuída pela emissora.

LEIA TAMBÉM : Ministério da Justiça ameaça alterar classificação de “Fina Estampa” por temática violenta, estigma, e discriminação a homossexuais

Rodrigo e Manu formam um triângulo amoroso com Ana: insinuação sexual imprópria para uma classificação livre
Divulgação/TV Globo
Rodrigo e Manu formam um triângulo amoroso com Ana: insinuação sexual imprópria para uma classificação livre
Em despacho publicado nessa sexta-feira (25) no Diário Oficial da União, o órgão federal informa que no dia 18 de outubro, menos de um mês após a estreia da novela, no dia 26 de setembro, enviou uma advertência formal à emissora, após constatar através de monitoramento que a obra apresentava “linguagem depreciativa, agressiva ou sexual e, em menor frequência, estigma e insinuação sexual, além de conteúdos angustiantes”.

VEJA TAMBÉM : As irmãs traidoras das novelas

A emissora apresentou justificativas e solicitou que o Ministério da Justiça mantivesse a classificação original. Depois de reavaliar o caso, o órgão decidiu que a obra persiste na apresentação dos conteúdos inadequados “por apresentar cenas de discussões ríspidas entre personagens, inclusive intrafamiliares, que podem ser perturbadoras para crianças, em especial as menores de 10 anos” . Procurada pelo iG, a Rede Globo ainda não se manifestou se vai recorrer da decisão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.