Carreira das atrizes seguiu caminhos muito parecidos, desde destaque às 21h a protagonismo às 19h. Confira quem ganha em audiência na Globo

Bruna Marquezine tem 22 anos. Marina Ruy Barbosa também. Bruna começou na TV em 2002, Marina também. Bruna protagonizou sua primeira novela das 19h em 2015, Marina em 2016. Ambas já tiveram papel de coadjuvante e de protagonista em folhetins das 21h. E as duas estrelaram cenas quentes pela primeira vez em minisséries em 2016. Amigas desde a infância, elas protagonizam uma novela juntas pela primeira vez em “ Deus Salve o Rei ”, mas a carreira das duas seguiu paralela por muitos anos. Marquezine teve mais destaque na infância por causa da marcante Salete de “ Mulheres Apaixonadas ”, porém ambas cresceram sob os holofotes e foram acompanhadas desde criança, passando pela adolescência e a fase adulta, pelo público.

Leia também: Bruna Marquezine cresce e se mostra à vontade em cenas de sexo na TV

Amigas desde a infância, Bruna e Marina tiveram carreiras muito parecidas, mas uma delas acabou superando a outra em audiência
Reprodução
Amigas desde a infância, Bruna e Marina tiveram carreiras muito parecidas, mas uma delas acabou superando a outra em audiência

Qual delas, porém, deu mais audiência na televisão? Marina Ruy Barbosa teve papel de destaque como Maria Ísis em “ Império ”, mas a novela como um todo foi muito bem recebida. Bruna Marquezine não deu a mesma sorte em “Em Família”, que acabou aposentando Manoel Carlos depois do fracasso que foi o folhetim. Ainda assim, entre altos e baixos, a carreira de ambas apresenta muitas coincidências.

Leia também: As cinco cenas mais quentes protagonizadas por Daniel de Oliveira

Começo

Marina causou polêmica ao desistir de ficar careca em
Divulgação/TV Globo
Marina causou polêmica ao desistir de ficar careca em "Amor à Vida"

Marquezine saiu na frente graças a sua personagem em “Mulheres Apaixonadas”, que a elevou ao patamar de estrela infantil. Enquanto isso, Marina fez “Começar de Novo” e “Belíssima”, em 2005. No mesmo ano, Marquezine atuou em sua primeira novela de Glória Perez : “América”, onde fez uma menina cega. Bruna emendou papeis nos anos seguintes, com “Cobras e Lagartos”, “Amazônia”, “Desejo Proibido”, e “Negócio da China” em 2009, onde fez sua primeira protagonista. A novela, porém, não teve boa recepção da crítica e acabou esquecida.

Marina, por outro lado, atuou em menos produções no mesmo período, intercalando a dramaturgia com um período como apresentadora da “TV Globinho”. Em 2010, ambas voltaram para as novelas, Marina em “Escrito nas Estrelas”, onde era uma jovem rebelde. A novela foi substituída por “Araguaia” ás 18h, onde Marquezine foi a órfã Terezinha. No geral, “Escrito” foi melhor, mantendo uma média de 26 pontos* e picos que superavam os 30, enquanto a seguinte raramente batia 30 pontos de audiência e acabou na média dos 23.

Em 2011, mais duas coadjuvantes, dessa vez às 19h. Em “Morde e Assopra”, Marina foi a jovem patricinha Alice, que só pensava em dinheiro e humilhava todos a sua volta. Foi aí que a atriz conheceu Kléber Toledo, com quem se relacionou por três anos. A novela de Walcyr Carrasco foi um sucesso e teve média de 30 pontos. O trabalho também marcaria a relação da atriz com o autor, que sofreria um baque mais para frente.

Depois disso, estreou “Aquele Beijo”, onde Belezinha (Marquezine) era pressionada pela mãe para se tornar Miss. A atriz fez também par romântico com Fiuk no folhetim, que não foi bem e não conseguiu manter a média da antecessora, baixando para 25 pontos.

Nova fase

Em 2012, Marquezine teve a oportunidade de voltar a uma novela de Glória Perez. Ela foi a periguete Lurdinha em “ Salve Jorge ”. Apesar da novela não ter alcançado a mesma audiência de outros folhetins da autora, manteve média de 34 pontos. Mesmo assim, “Salve Jorge” acabou sendo um divisor de águas na carreira de Marquezine que, conhecida como atriz infantil, teve na novela seu primeiro papel adulto.

Marquezine se destacou como a periguete Lurdinha em
Divulgação/TV Globo
Marquezine se destacou como a periguete Lurdinha em "Salve Jorge"

No mesmo ano, Marina voltou para o horário das 18h em “Amor Eterno Amor” como Juliana. A novela tinha uma temática espiritual, mas passou batida, com média de 23 pontos.

Leia também: Papel de jovem inconsequente em "Justiça" coroa boa fase de Marina Ruy Barbosa

Enquanto em 2013 Bruna Marquezine participou da “Dança dos Famosos”, onde ficou com o segundo lugar, Marina Ruy Babrosa migrou para a novela das 21h, onde teve uma participação polêmica no folhetim de Walcyr Carrasco, “Amor À Vida”, que substituiu “Salve Jorge”. Sua personagem na novela, Nicole, sofria de um câncer e, no melhor estilo Carolina Dieckman, a atriz deveria ficar careca para o papel. Porém, Marina desistiu e os rumores nos bastidores eram de que o autor não gostou nada disso e acabou matando sua personagem, que voltou a aparecer, mas como um espírito. Ainda assim, no geral, a novela teve uma média um pouco maior que a antecessora, de 36 pontos.

Protagonistas

Seguindo a já longa tradição de fazer folhetins seguidos no mesmo horário, elas emendaram mais dois. Com o fim de “Amor à Vida”, Bruna voltou ao horário, dessa vez como protagonista de “Em Família”. Ela chegou a ser a Helena de Manoel Carlos na primeira fase da novela, dando lugar a Julia Lemmertz na segunda. A novela, porém, foi um fracasso. O triângulo amoroso principal envolvia sua personagem, Luíza, sua mãe e o personagem de Gabriel Braga Nunes. O resultado foi tão ruim que igualou a média de outros horários, 30 pontos, e encerrou de vez a carreira de Manoel Carlos nos folhetins.

O mesmo não se pode dizer do folhetim seguinte, “ Império ”, de Aguinaldo Silva. A personagem de Marina, Maria Ísis, também se envolvia com um homem mais velho, o Comendador ( Alexandre Nero ). Sua personagem não era tão central quanto a de Bruna, mas a “sweet child” foi um sucesso tão grande que rumores de que a atriz estava tendo um caso com Nero tomaram conta da mídia enquanto o folhetim ficou no ar. A novela também teve uma média melhor que a anterior, fechando com 33 pontos, mas chegando a atingir 46 em certas ocasiões.

Leia também: “Deus Salve o Rei” entrega o prometido e Marquezine não desaponta

Rainhas das 19h

Bruna e Marina estrelam cenas quentes pela primeira vez em 2016 em minisséries
Reprodução/TV Globo
Bruna e Marina estrelam cenas quentes pela primeira vez em 2016 em minisséries

Ainda em paralelo, as duas retornaram ao horário das 19h no ano seguinte, dessa vez como protagonistas absolutas. Primeiro foi Bruna em “ I Love Paraisópolis ”, trama onde interpretou a jovem Mari, moradora da comunidade, que se apaixona por um jovem rico. Marcada como a primeira parceria da atriz com Tatá Werneck, a novela teve uma média razoável e fechou com 23 pontos.

A seguir veio “ Totalmente Demais ”. Com a trama inspirada em “My Fair Lady”, Eliza (Ruy Barbosa) se dividia pelo amor de dois homens, enquanto tentava aprender a se comportar como uma dama e ganhar um concurso. A novela foi um grande sucesso do horário, com média de 27 pontos, mas comumente superando os 30 em determinados capítulos.

Para maiores

Apesar de terem abusado da sensualidade em papeis anteriores, como Maria Ísis e Lurdinha, em 2016 as duas atrizes chegaram a outro momento da carreira, já que foi nesse ano que ambas fizeram suas primeiras cena de nudez. Marina foi a primeira em “ Justiça ”, sucesso de crítica e público da Rede Globo na faixa das 23h. Na minissérie ela era Isabela, namorada do personagem de Jesuíta Barbosa, que acaba assassinada. Apesar de ser uma participação menor, foi marcante não só pelas cenas sensuais, mas também pelo momento de sua morte. A minissérie, que foi ao ar entre agosto e setembro, teve média de 30 pontos e chegou a aumentar em 30% a audiência do horário.

Leia também: Nosso Brumar está de volta! Neymar e Bruna Marquezine reatam namoro

Logo em seguida estreou “Nada Será Como Antes” e foi a vez de Marquezine fazer cenas quentes. Ela foi Beatriz, uma dançarina que se envolve com o personagem de Daniel de Oliveira, e também tem um romance gay com Julia (Letícia Colin). A recepção a essa minissérie de apenas 12 capítulos também foi boa, mas manteve média de 18 pontos.

Ano sabático e retorno

Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa estrelam pela primeira vez uma novela juntas em
Divulgação/TV Globo
Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa estrelam pela primeira vez uma novela juntas em "Deus Salve o Rei"

Em 2017, as duas atrizes decidiram deixar o trabalho na televisão de lado. Cada uma com seus compromissos, elas passaram o ano afastadas das telinhas, mas não dos holofotes. Bruna viajou o mundo e reatou e terminou e reatou de novo seu romance com o jogador do PSG e da seleção brasileira Neymar. Já Marina subiu ao altar com o noivo, Xande Negrão, em outubro (com presença de Marquezine e Neymar, inclusive).

Devidamente descansadas, elas voltaram com tudo na segunda semana do ano com “Deus Salve o Rei”. Mesmo Marina participando de produções com mais audiência, ambas tiveram papeis e momentos marcantes em suas carreiras. No novo folhetim, elas são mocinha (Ruy Barbosa) e vilã ( Bruna Marquezine ) e, depois de tantos paralelos e coincidências, ocupam a tela juntas pela primeira vez. Ainda é cedo para determinar se a novela medieval será um sucesso, mas as duas são o grande atrativo do folhetim. No auge dos seus 22 anos, elas já tem uma carreira extensa no seu caminho, e um futuro promissor pela frente.

*Todas as médias são baseadas em números da Grande São Paulo

Leia também: Bafo! Neymar e Marquezine e tudo o que rolou no casamento de Marina Ruy Barbosa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.