Em entrevista ao iG, apresentador fala sobre experiência no "BBB" e confessa estar em boa fase e de bem com o que está vivendo: "É um raro momento da minha vida em que me vejo bem com tudo que tenho", admite

Depois de comandar um quadro no "BBB 17" , Rafael Cortez está em uma de suas melhores fases da carreira. Trabalhando em um novo projeto na Globo e dividindo seu tempo entre a TV, um canal no YouTube e o teatro, o apresentador garante que está muito feliz.

Leia também: Rafa Cortez festeja estar na Globo e defende "Video Show": "Não baixa o nível"

Rafael Cortez comemora nova fase na Globo:
Divulgação
Rafael Cortez comemora nova fase na Globo: "É um raro momento da minha vida em que me vejo bem com tudo que tenho"

"É um raro momento da minha vida em que me vejo bem com tudo que tenho", disse Rafael Cortez em entrevista ao iG . "Estou bem com meu corpo, meu trabalho, minha rotina, meu namoro", continuou o artista.

Parte dessa felicidade vem de seu trabalho na Globo. Há cerca de um ano e meio na emissora carioca, Cortez já passou pelo "Video Show", "Encontro com Fátima" e comandou um quadro de humor na edição mais recente do "BBB". "Não me via muito [no 'BBB'], mas não era preconceito, é porque era um formato mais fechado", explicou.

Para ele, a mudança no formato do reality e a apresentação de Tiago Leifert mudaram tudo. "Há uns cinco anos, não via o "BBB" possibilitando o humorista ser um humorista. [O programa] era a coisa do Bial, e agora está mais moderno", disse Rafa. Ele ainda aponta as principais modificações que Leifert fez no programa. "O Tiago é descolado, humaniza os participantes. O Bial mitificava os participantes, chamava de heróis", comparou.

Leia também: “Vídeo Show” comemora 34 anos: veja momentos inesquecíveis da atração

Rafa Cortez não foi o primeiro humorista a estar no "BBB" – Monica Iozzi e Rodrigo Sant'anna já passaram por edições anteriores –, mas o quadro dele foi o que mais riu da emissora e do próprio programa. O apresentador credita isso a uma nova fase do humor da Globo, em que a emissora é muito mais permissiva. "Isso é uma benção. Acho que o grande responsável é o Marcelo Adnet", disse. "Ele abriu a porta para que entrasse gente como fazendo bullying com a emissora, e eu sou uma faceta disso", continuou.

O paulistano faz questão de destacar que essa nova fase do humor está bem alinhado com a direção da emissora. "A Globo tem uns cinco ou seis caras fazendo isso, e eles jogam junto com a emissora", explicou. "A gente não é maluco, não é kamikaze."

Volta do "CQC"

Rafael Cortez no
Divulgação/Globo
Rafael Cortez no "BBB 17"

Junto com Dani Calabresa, Monica Iozzi, Marco Luque e Felipe Andreolli, Rafa Cortez é um dos ex-"CQC" que foram contratados pela emissora carioca. "A Globo nos deu autonomia e cada um está em um formato", disse.

Em relação aos recentes rumores de uma volta do "CQC", o apresentador acredita que é uma boa aposta. "Muita gente diz que agora é a hora do 'CQC' e é verdade, eles iam deitar e rolar", observou. Ele não vê problema se o programa voltar com um elenco totalmente renovado. "Voltar sem os rostos do passado não é um problema, o 'CQC' apresenta muita gente. Tem milhares de pessoas legais pra caramba para fazer o programa", garantiu.

Agogra, Rafa está em outra fase. Além do trabalho na Globo, ele também tem um canal no YouTube, o Love Treta. No vídeo mais recente, ele saiu pelas ruas dando conselhos amorosos para quem precisasse. "Propus um caminho muito difícil pra mim, que é o do multifacetado, e estou seguindo. Qualquer cara de comunicação hoje tem que ter um projeto no YouTube", explicou.

Leia também: Demissões no "CQC" pegaram todos de surpresa, diz Dan Stulbach

Para ele, a internet é um bom caminho para quem não tem mais espaço na TV. "Muitos dos meus colegas youtubers são órfãos da televisão. A Galisteu, por exemplo, tem um talento que não pode ser desperdiçado", disse. Entretanto, Rafael Cortez não acredita que a plataforma online substituirá a televisão. "Dá pra conviver os dois juntos, eu sou a prova, meu trabalho no YouTube não tem nada a ver com a TV. Eu acho que só soma", garantiu.

    Leia tudo sobre:
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.