Bruna Marquezine relembra conturbado namoro com Neymar, fala sobre ser protagonista de "I Love Paraisópolis" e exagero nas compras em NY: "Estou pagando meu cartão até hoje"


Protagonista de "I Love Paraisópolis", nova novela da Globo, Bruna Marquezine recebeu a imprensa, nesta terça-feira (14), para falar sobre o papel desafiador como protagonista da trama. Intérprete de Mari, uma garota de 22 anos nascida e criada em Paraisopolis uma comunidade de São Paulo, Marquezine diz assumir o papel como se fosse outro qualquer. "Óbvio que é uma responsabilidade grande, mas não vou me dedicar mais ou menos porque é uma protagonista. Sempre mergulhei de cabeça nos personagens que fiz, sempre me dediquei igual, e a Maria encaro da mesma maneira. Eu tento não me ligar muito nisso (na pressão) e sim me entregar para Mari".

Esgoto do mau gosto

Sobre as críticas, ela é direta. "Acho que a gente precisa filtrar. As críticas, positivas e negativas, são muito bem-vindas, podem abrir nossos olhos para coisas que a gente não enxerga no corre-corre das gravações. Mas como o Wolf (Maia) falou, a internet virou o esgoto do mau humor. E tem muita coisa que não dá pra levar em conta. Mas faz parte, é consequência do meu trabalho. Não dá para agradar todo mundo, mas o meu melhor é garantido".

Para gravar as cenas, a equipe ficou três meses em preparação no Projac, no Rio de Janeiro, antes de partir para Paraisópolis, na capital paulista. "Fomos muito bem recebidos, conheci muita gente. Devemos voltar bastante lá, apesar de termos uma cidade cenográfica gigantesca aqui".

Semelhanças com a personagem

"Eu tenho algumas semelhanças com a personagem. Ela começou a trabalhar muito cedo, segundo o texto foi com 13 anos. Isso traz uma responsabilidade e um amadurecimento. O fato de ser uma menina muito justa e muito legal para com as pessoas que ela ama", opina.

Par com Caio Castro

Na trama, Mari ainda nutre algum sentimento por Grego, personagem do Caio Castro. “Pois é, eles foram criados juntos. Ela conhece a família do Grego, eles passaram a infância juntos, todo mundo ali. E acho que foi com ele que ela descobriu o primeiro amor. Foi com ele que ela descobriu as primeiras coisas da vida. E a gente sabe que todo primeiro amor a gente guarda com carinho, independente de como terminou", adianta, sobre o namoro complicado. "Ela tem um respeito grande por ele, e o conhece profundamente. Ele escolheu um caminho errado que ela não aceita, e às vezes tem até pena dessa maluquice toda dele, rola um carinho. Fora que ele é um cara que sabe mexer com ela. Não sei até que ponto a Mari vai se manter firme. Acho que enquanto ele continuar nessa vida, ela não vai querer nada com ele, porque ela é muito certinha”.

Aos 19, Bruna Marquezine defende liberdade de ter vida comum como qualquer garota
Felipe Panfili/Marcello Sá Barretto e Alex Palarea/AgNews
Aos 19, Bruna Marquezine defende liberdade de ter vida comum como qualquer garota

A atriz também comentou a relação de Mari e Danda, personagem de Tatá Werneck na trama: "Não existe nenhuma disputa. Elas não são amigas, são irmãs. Cresceram juntas, foram criadas juntas. A Mari faz de tudo para ajudar a família. O máximo que vocês vão ver é discussão e tapa de irmã, normal".

Compras em NY

E foi com Tatá que a atriz se jogou nas compras em Nova York, durante as gravaçõe snos Estados Unidos: "A gente se divertiu demais, e também pegamos muito frio. Foi o maior frio que já peguei. Estava quase insuportável. Mas as cenas ficaram tão lindas que valeu a pena".

“Foi complicadíssimo, estou pagando meu cartão até hoje! Voltei toda errada. Eu fui com duas malas, voltei com quatro malas, mais uma de mão e uma torradeira para minha mãe. E uma câmera. Acho que perdi completamente a noção. Não dá para viajar com a Tatá, ela não tem noção das coisas. E uma incentiva a outra, quando a gente foi ver, ninguém tinha dinheiro!”, lembra.

Na ficção, Mari e Pandora vão para NY atrás de emprego porque têm uma amiga que mora lá e que está se dando bem na vida. “Só que lá as coisas não acontecem como elas imaginavam, então elas vão passar várias situações”.

Fama

Aos 19 anos, Bruna se queixa um pouco da fama. “Eu seria muito pretensiosa se eu falar que aprendi completamente a lidar com isso, mas acho que já me acostumei. Não acompanho brigas, não acompanho ofensa, acho que isso não tem nada a acrescentar para ninguém. Como milhões de vezes eu já disse, a minha vida pessoa diz respeito a mim. Eu tenho uma relação tranquila com todas as minhas fãs, mas não acompanho essas coisas. É uma futilidade tão boba ficar batendo boca pela vida pessoal de uma terceira pessoa, sabe?”

Neymar e Bruna Marquezine: namoro conturbado
Reprodução/Instagram
Neymar e Bruna Marquezine: namoro conturbado

Namoro com Neymar

Durante seu namoro com Neymar, Bruna teve a vida pessoal envolvida em polêmicas e, segundo ela, passou a agir de forma diferente. “Eu já não sofro mais com muita coisa que já sofri. Eu passei por um momento muito conturbado e isso ficou claro. Passei por uma novela que foi presente para mim, mas a gente teve sim alguns problemas com ela, junto com minha vida pessoal que estava muito exposta. Foi um momento conturbado, mas necessário. Eu vivi tudo que queria viver, não me arrependo de nada", pontua.

Por isso, ela evitou falar sobre o atual namorado, o modelo Marlon Teixeira . “Quando você passa a primeira vez por uma coisa, você questiona muito tudo aquilo, sabe? Eu questionava por que eu não podia falar, ou por que eu não podia expor. E realmente quando a gente expõe muito, parece que a gente atrai mais problemas (risos). É surreal. Eu fui aprendendo como tudo. E continuo, e ainda vou aprender muito”.

Menina de 19 anos

Aos 19 anos, a atriz continua: “Sabe o que eu acho? Foi o que eu falei antes, eu tenho 19 anos. Uma menina de 19 anos tem direito de sair, de ir ao cinema, de beijar quem quer… Eu tenho direito de fazer essas coisas. Agora, eu não preciso ficar expondo e falando por aí. ‘Olha, gente, fiz mesmo, mas agora não sei’. Não vou falar, sabe? Mas também não vou me trancar numa caverna”.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.