Atriz fala sobre timidez, namorado e amizade com Bruna Marquezine no lançamento de "I Love Paraisópolis"



Tatá Werneck divertiu os jornalistas com seu bom humor durante o lançamento de "I Love Paraisópolis", nova novela da TV Globo. Entre outros assuntos, a intérprete de Pandora falou sobre ter emagrecido e brincou com a comparação nos corredores do Projac: "Agora, estou inchadinha, tá? Mas estava com 42kg. Só que na Globo você emagrece 10kg imediatamente, porque você vê uma Paolla (Oliveira) passando e pensa: 'Jesuuuus'", comenta.

Cercada por jornalistas, ela também falou sobre a transformação dos cabelos. "Era meio senhorinha, tinha medo de pintar o cabelo e cair tufos. Daí, pintei para uma campanha publicitária e agora para novela e amei! Não sei como nunca tinha pintado o cabelo antes".

Pandora x Valdirene

A atriz fez questão de esclarecer que, por causa da comédia, o público acaba tendo uma ideia deturpada sobre a artista. "A Pandora tem uma doiderinhas, como acho que eu também tenho. Em todas as personagens, ponho um quê de loucura, porque eu não acredito que ninguém seja chapado.Todo mundo tem muitas contradições. Mas, as pessoas fazem uma imagem de mim que não é verdadeira. Se você me conhecer de verdade, sou bem tímida, observadora. Só que sempre faço personagens que são mais extrovertidas".

Ela também falou sobre as diferenças entre Valdirene, a personagem de maior sucesso da atriz até agora, e Pandora: "Acho que a construção social, de fazer coisas engraçadas e etc, pode parecer. Mas a composição é totalmente diferente. A Danda é uma menina que conta uma história. Ela passa por situações engraçadas, mas tem uma história. E a Valdirene era totalmente non-sense. É outra construção, outro tom, outro corpo", defende.

Na ficção, Tatá vive um triângulo amoroso com Danton Mello e Gil Coelho: "O personagem do Danton é correto, certinho, e o do Gil Coelho é aquele cara fanfarrão de Paraisópolis. Os dois disputam o amor da Danda. E ela está ali meio em dúvida e talvez meio que não querendo os dois", explica.

Está namorando?

O tom da entrevista muda quando a pergunta sobre a vida pessoal aparece. "Sabia! Não tem ninguém bobo aqui, meu Brasil! Sabe qual é o problema? Eu falei mil coisas da novela, estudei, fiz um Pilates e daí sai assim: 'Tatá Werneck assume não sei o quê'", responde.

Então você assume?, questionam os jornalistas. "Menina, não posso pegar ninguém que já me botam nessa situação. Não tenho resposta pra isso, gente. Acho chiquerrimo falar 'não falo da minha vida pessoal', mas também acho muito escroto, porque fiz jornalismo. Preciso me proteger, proteger um alguém... Vamos fazer juntos essa resposta (risos)?", continua.

Tatá exibe novo corpo após dieta
Alex Palarea/Felipe Panfili/Marcello Sá Barretto/AgNews
Tatá exibe novo corpo após dieta

Solteira, não

Está conhecendo melhor? "Isso é clichê demais". Está pegando? "Deus me livre, não vou pagar de piranha! Fui casada a vida inteira! Estou feliz", limita-se a dizer. Mas feliz não é nada. Você está solteira? "Não". Está namorando? "Aí não vou responder, porque também, porra... É demais (risos). A matéria é essa: 'mais magra e com um brilho diferente, Tatá Werneck diz que não está solteira'. Realmente não estou. Sacanagem. Coloca assim: 'mais magra (coloca mais magra, por favor), Tatá Werneck sobre namoro: 'foca na coletiva, meu anjo'".

Amizade com Marquezine

Durante as gravações da novela em Nova York, Tatá se divertiu com Bruna Marquezine e a amizade deixou de ser apenas profissional. "A gente teve dois dias de folga e comprou Manhattan. Mas juro que não comprei tanta coisa, só coisas pontuais. Tipo um cavalo... Brincadeira!", lembra.

"Agora, eu fui pra Nova York e não levei meia. Você vê que a pessoa sabe mesmo fazer mala. Passei por um momento que só Deus... A gente estava andando com três calças leggings, nove meias, duas jeans e uma bota. Aí, um dia cheguei no hotel e fui fazer aquela coisa que você faz em casa de tirar tudo de uma vez, e fiquei uma hora entalada no quarto. Não dava nem para voltar as nove calças e nem pra tirar. Foi desesperador".

Na trama, as personagens de Bruna e Tatá também são muito amigas. "Sabe aquela relação de irmã mesmo, que você briga, é capaz de puxar o cabelo, mas elas se amam. Cresceram juntas, foram criadas como irmãs mesmo. Uma brincava com a outra, dava banho na outra, assim como dou na Bruna. Brincadeira! Sempre me arrependo dessas brincadeiras depois, gente (risos)". Amiga, mas diferentes. "Elas divergem em todos os pontos, porque a Marizete é racional, batalhadora, sonhadora, e a Danda é totalmente impulsiva. A Mari dá um passo pra frente e a Danda dá um para o lado".


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.