“Muitos programas vão sair do ar, mas isso é uma melhora de grade”, diz Cecília Ribeiro, apresentadora do "Carona"


Cecília Ribeiro, apresentadora do programa 'Carona'
Divulgação
Cecília Ribeiro, apresentadora do programa 'Carona'

A partir do dia 25 de abril, o programa “Estrelas”, com Angélica , terá transmissão nacional. O programa, que antes era optativo na grade das afiliadas, será obrigatório. Fato que tem deixado muita produção de cabelo em pé, já que algumas atrações devem ser extintas. “Muitos programas vão sair do ar, mas isso é uma melhora de grade como um todo. Não vejo isso como negativo. Tem que se aprimorar e fazer produtos cada vez melhores”, afirmou Cecília Ribeiro , que há quase seis anos apresenta o programa “Carona”, pelas quatro retransmissoras da TV Integraçao, compreendendo as regiões de Zona da Mata, Campos das Vertentes, Alto Paranaiba e Triangulo Mineiro.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Cecília não tem com o que se preocupar com a entrada nacional de Angélica, até porque sua afiliada sempre optou por ter o “Estrelas” na grade. O que muda para ela mesmo é só o horário. “O ‘Carona’ era de manhã e, agora, vai para a tarde, para compor o trio de entretenimento. Para nós, foi muito bom. Vai trazer mais força para o conteúdo”, comemorou Cecília, que vai ocupar o horário das 14h20, pouco antes do “Estrelas”, que engata no “Caldeirão do Huck”.

Patrícia Poeta

A mudança de horário não tem nada a ver com essa mudança nacional, pelo menos no caso do “Carona”. Ao que tudo indica, a alteração é por causa da chegada do programa matinal de Patrícia Poeta . Questionada, Cecília afirmou não ter nenhuma informação oficial sobre o assunto. “Oficialmente, não temos programações na rede. Mas estamos indo todos para a faixa da tarde. Sobre o sábado de manhã, não temos informações completas”, explicou Cecília.

Sobre o diferencial de sua atração para dar a largada no sábado de entretenimento, Cecília aposta nos personagens locais como segredo para não bater de frente com o “Estrelas”, já que, assim como Angélica, Cecília costuma conversar com famosos em um bate-papo descontraído. “Só faz sentido o ‘Carona’ porque temos um foco regional. Mesmo que eu entreviste o artista, tem que ser algo que tenha a ver com nossa região. Não é famoso por ser famoso. Tem que ter relevância local. Senão é melhor ir para o ‘Estrelas’ mesmo. Objetivo é mostrar nossa região no padrão globo de qualidade”, destacou.

Nacional

Admiradora de Serginho Groisman , Cecília diz que “adoraria ser ele quando crescer”. “Tive oportunidade de acompanhar bastidores. Ele tem de todo o conteúdo, é diretor do programa. Tem relação com todo o processo. É um grande espelho para mim”, elogia Cecília. Questionada se sonha com um programa em rede nacional, assim como seu ídolo, a apresentadora não hesita. “Se eu te disser que não quero, é mentira. Todo mundo almeja mais espaço. Estou totalmente satisfeita com meu trabalho, mas se tiver oportunidade, eu abraço”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.