Cantora teria reclamado de falha técnica no programa da Record e o profissional de uma produtora acabou dispensado


O profissional responsável pelo mico que Wanessa pagou durante programa de Gugu Liberato, ao vivo, na terça-feira (3), na Record, foi demitido. O sonoplasta identificado como  Danilo , pertencia a uma produtora terceirizada, a New Vision, contratada para trabalhar na atração de Gugu. A New Vision, aliás, é de um sobrinho de Edir Macedo, dono da Record.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

O problema ao vivo aconteceu quando Wanessa foi convidada para se apresentar no palco. Ela cantaria a música "Shine It On", mas perdeu o começo da letra pelo playback e começou a cantar fora do tempo.

A canção não tocou no estúdio do programa e apenas quem assistia à atração podia ouvir. "Estou sem som", dizia Wanessa. Sem saber o que fazer, ela continuou cantando ao vivo e depois emendou em outra música, "O Amor Não Deixa", mas a primeira faixa ainda era ouvida pelos telespectadores.

Depois de um minuto nessa confusão, Wanessa finalmente começou a ouvir o playback. "Ah! Agora foi!", afirmou ela para Gugu. 

Em sua defesa, Wanessa publicou um enorme texto no Facebook, onde finalizou: "Como ninguém vem avisar? Dar um grito, sei lá. Me desculpe, mas esta conta não é minha". 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.