Atriz, que vai engravidar tardiamente na próxima novela das 18h, falou sobre a experiência que viveu aos 20 anos de idade

Débora Bloch
Alex Palarea e Marcello Sá Barretto/AgNews
Débora Bloch

Débora Bloch volta à TV na próxima novela das 18h, "Sete Vidas", e participou da festa de lançamento da trama na noite de quinta-feira (26), no Iate Clube do Rio de Janeiro. Na trama, ela interpreta a jornalista Lígia, que descobre uma gravidez em sua fase mais madura da vida.

Segundo Débora, a história retrata as mulheres que passam a vida se dedicando à carreira e deixam de lado a maternidade. "A Lígia, por exemplo, vai engravidar surpreendentemente, sem esperar. Minha irmã mesmo engravidou espontaneamente aos 46 anos. Sem querer, de surpresa. Isso é uma coisa que está acontecendo muito."

A atriz, que tem dois filhos de seu casamento com o chef Olivier Anquier , contou que sua experiência foi diferente, já que planejou o nascimento dos dois e já tinha uma carreira sólida. "Não estava dividida entre profissão e família, apesar da gente ficar a vida inteira dividida assim."

Débora contou que antes de ser mãe, aos 20 anos, decidiu fazer um aborto. Ela aproveitou para desabafar sobre a lei que proíbe o procedimento no Brasil.

"É bem louco e muito estranho em 2015, com uma presidente mulher, o aborto ainda não ser legalizado. É uma hipocrisia, porque milhares de mulheres sofrem e morrem em abortos clandestinos e perigosos, e a gente fica fingindo que não existe. Ninguém é a favor do aborto, eu sou a favor que seja legalizado. Ele existe, está aí. Não entendo como a Dilma não resolveu essa questão ainda. Para mim é um atraso."

Hoje com 51 anos, Débora é exemplo de saúde e boa forma. A atriz mantém o corpo com musculação e pilates, além de cuidar da alimentação. "Não tem segredo nem receita. Acho que bom humor também ajuda, assim como estar satisfeito com o que está fazendo."

Veja fotos da festa de lançamento da novela "Sete Vidas":


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.