Ao "Domingo Espetacular", da Record, cantor anuncia carreira gospel após fim da dupla sertaneja com Rick. Veja na galeria os famosos que também se converteram


Renner falou pela primeira vez após ter sido preso por dirigir embriagado, em 26 de dezembro de 2014. Em entrevista ao "Domingo Espetacular", da Record, nesse domingo (18), o cantor sertanejo, que fazia dupla com Rick , lembrou do acidente que provocou na ocasião.

Segundo a reportagem, Renner bebeu porque estava abalado por não ter dinheiro para passar o Natal com a mãe em Brasilia. "Às vezes, por uma situação, você acaba entorpecendo o sentimento. Queria ir pra Brasília, as passagens eram altíssimas e não tinha dinheiro. Aí falei: 'mãe, vou ficar por aqui e você fica por aí'. Parei num posto, mas não bebi muito. Estava fraco porque estava há dois dias sem comer e esses destilados são fortes", justificou.

"Nada para comer"

Renner, que consumiu três vezes mais álcool que o limite permitido por lei, negou ter tentado fugir. Segundo o artista, sua situação financeira não ia bem e ele está com aluguéis do apartamento onde mora, em Barueri, atrasados. "Não tinha nada pra comer ontem e um amigo me mandou R$1 mil".

Renner foi preso após provocar acidente por dirigir alcoolizado
Flávio Negão
Renner foi preso após provocar acidente por dirigir alcoolizado

Salário de R$ 15 mil

Preso em flagrante, Renner disse que foi o escritório da dupla que pagou fiança de R$ 10 mil. "Liguei a TV e era só aquela imagem minha passando em todo lugar. O escritório pagou a fiança, mas não recebi o dinheiro dos shows de dezembro. Queria receber meu salário. Queriam vir pra vender meu carro para pagar a fiança e o conserto do outro carro. Aí, falei: 'espera aí, gente, é a única coisa que tenho, vou ficar sem nada?".

Segundo a matéria, Renner diz receber um salário fixo de R$ 15 mil pelos shows com Rick.

Fim da dupla

Após o escândalo envolvendo o parceiro, Rick resolveu colocar um ponto final na parceria com Renner, que existe há quase 30 anos. 

Os dois se falaram pela última vez há algumas semanas, mas foi por outro sertanejo que Renner soube do fim da dupla, anunciado pelo ex-parceiro em um rede social. "Estava lá em recuperação e sabia que Rick não ia ter piedade. Eu já sabia, pressentia. O Gian (da dupla com Giovani) falou: 'você está preparado para o que eu vou te falar?'.

Renner ainda adimitiu que o relacionamento e a amizade com Rick já não eram como no início da carreira. "A gente já não se dava (bem), mas a gente pensava que ia amadurecer e melhorar. O sucesso... você sabe que muitos artistas têm um monte de coisa e fica sem nada", comentou.

"Eu já não estava feliz, estava insatisfeito. Eu saio livre, não quero ser estorvo na vida de ninguém", completou. "Rick, seja feliz na sua vida. Vou estar torcendo pra você e que você torça por mim", desabafou.

O cantor chegou à delegacia sem sapatos e visivelmente alterado
Marco Ambrosio/AgNews
O cantor chegou à delegacia sem sapatos e visivelmente alterado

Alcoolismo

Ainda de acordo com a reportagem, Renner faz uso de bebidas alcoólicas em excesso desde os 20 anos, mas não se considera alcoólatra. "Sou diferente, não posso beber. Se beber, perco o limite. Mas quando eu paro, já não tenho mais vontade. Mas só usava álcool, se tivesse usado outras drogas falaria aqui". "Não bebi mais e nem vou beber. Tenho que falar isso pra mim, não estou falando pra vocês. Hoje estou ansioso para dar continuidade à minha vida", afirmou.

Carreira gospel

Agora, Renner quer se dedicar à carreira gospel, mas não espera a mesma badalação da época em que cantava sucessos sertanejos como "Ela É Demais", de 2003. "Posso cantar o que quero, quero cantar para Deus. Se precisar pedir ajuda, vou pedir, se precisar mendigar o pão, vou mendigar. Estou preparado. Tendo meu cafezinho, minha mulher, minha mãe. Eu queria ter dar muito mais, mãe, mas não pude", disse ele, com lágrimas nos olhos.

Rick desabafa no Instagram
Reprodução
Rick desabafa no Instagram

Rick manda recado

Na madrugada desta segunda-feira (19), após a exibição da reportagem, Rick usou seu perfil no Instagram para mandar um recado. “Tudo o que eu tenho a dizer é que peço e oro a Deus para que dê ao Renner capacidade de lutar e de se reencontrar na música ou em qualquer coisa que queira fazer. 28 anos de parceria não me permitem desejar outra coisa a não ser o melhor que Deus tiver para sua vida independente do que diga a meu respeito. Não estaremos mais juntos, mas desejo do fundo do meu coração que Deus esteja em cada segundo de sua vida”, escreveu o cantor, que segue em carreira solo.

       Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.