Listamos programas que fizeram a gente até cancelar compromissos para ficar em frente à TV assistindo

Dá até orgulho e palpitação montar esse especial com os melhores da TV em 2014. Para quem gosta de novela e de tudo que agita o entretenimento, os ingredientes foram fartos esse ano, e rendeu um ótimo e perfumado caldo.

As séries nacionais, por exemplo, chegaram com o pé na porta, assim como o imperador Alexandre Nero e seu comendador José Alfredo (vida longa!). Programas de humor também garantiram sua fatia nesse bem bolado. O "Tá no Ar", de Marcelo Adnet e Marcius Melhem , é um desses. Segura o forninho aí que nós estamos chegando com força total. Vê só!


1. Bruna Marquezine: e as inimigas choram rios de lágrimas. Se liga no 2014 da garota: ela foi protagonista de uma novela das 21h (tudo bem, o par dela era horrível, mas mesmo assim); assumiu namoro com um dos maiores craques de futebol do mundo; terminou o namoro; reatou o namoro; terminou de novo; fez um filme em Hollywood; lançou uma linha de esmaltes; já garantiu novo posto de protagonista na próxima das 19h; encheu o cofre com propagandas mil, etc, etc, etc. Tem do quê reclamar?

2. Tatá Werneck: no mesmo ritmo da ragatanga que guiou o ano de Marquezine, Tatá esteve por meses em destaque em tudo quanto é lugar. Onde toca, vira ouro. Além de Valdirene, de "Amor à Vida", Tatá rodou participação no "Vai Que Cola", estreou o "Tudo Pela Audiência" (os dois no Multishow), rodou filmes e já começou a preparação para "Lady Marizete", nova trama das 19h da Globo. Ainda deu tempo (ou foi falta de tempo?) para terminar um namoro de oito anos, fazer um retiro na África, posar para uma cambada de ensaio fotográfico e fechar contrato com várias marcas. Lacrou!

3. "Amor & Sexo": FREAK OUT! E o coração já bate mais forte. Graças aos santos e deuses, Fernanda Lima topou explorar, em todas as poses e figurinos, mais uma temporada do programa. Neste ano, a sacanagem em si, por muitas vezes, ficou em segundo plano e deu lugar para o humor. Foi uma ótima saída para dar agilidade e diferenciar das outras edições. Virou uma coisa meio Chacrinha. Vale tudo naquele palco, minha gente. Vale dançar homem com homem, mulher com mulher, todo mundo nu… É uma loucura! Otaviano Costa e Mariana Santos  na bancada foram impagáveis e já têm lugar cativo em nossos corações.

4. "Império": Quando tudo parecia estar nos trilhos, Drica Moraes pede para deixar a novela de Aguinaldo Silva para cuidar da saúde. A saída foi retornar com Marjorie Estiano , que fez a personagem na primeira fase. O que parecia ser a coisa mais non-sense do universo vestiu como uma luva. Os telespectadores entraram no clima do realismo fantástico e se renderam à grandiosidade de Marjorie (em respeito ao gigante que é Drica). A trama - que já era inacrê! - ficou mais melhor. Sobre José Alfredo de Alexandre Nero… Ah, gente… Esse daí merece o céu, o mar, a terra, os diamantes, o Monte Roraima, o Evereste, a Muralha da China...

5. Alexandre Nero: pronto! O comendador tudo pode, tudo tem. Aguinaldo Silva é o responsável pela escalação do ator para o papel de José Alfredo, e que bom que seu pedido foi atendido. Desde o verdureiro Vanderlei, em "A Favorita", Nero chama atenção pela classe da sua atuação. Ele tem um respeito e uma forma de tomar conta da tela que é lindo de ver. 2014 foi dele e com muito mérito. Que o futuro continue reservando coisas boas para nosso Imperador-salve-salve!

6. "Boogie Oogie": foi uma surpresa boa para 2014. Ouvi muito falar por aí que, por conta do horário complicado (faixa das 18h), muita gente acompanha a trama pela internet no dia seguinte. Isso se deve à qualidade. É o que conquista a zapeada. A primeira novela de Rui Vilhena na Globo soube encontrar seu lugar. A cenografia é impecável, assim como figurino e trilha sonora. E o que é Betty Faria bancando a cantora na discoteca? Apenas incrível!

7. Félix: foi no comecinho de 2014 que nosso coração bateu mais forte com uma das maiores conquistas da TV aberta. O beijo de Félix ( Mateus Solano ) e Niko ( Thiago Fragoso ) na novela “Amor à Vida”, de Walcyr Carrasco , derrubou todos os forninhos do País, abalou as estruturas e entrou para a história. Solano ganhou status de estrela mais que nobre na Globo e fez de Félix um mártir pela luta contra o preconceito.

8. Diversidade na TV: ainda neste assunto, além de Félix, 2014 deu espaço para tudo quanto é tipo de personagem. Luís Miranda viveu a maravilhosa Dorothy em “Geração Brasil”, Giovanna Antonelli e Tainá Müller foram Clara e Marina em “Em Família”, Aílton Graça está no ar agora como Xana Summer em “Império”... As críticas ainda existem e por uma parcela gigante da população, mas é bonito de ver essa mudança de fotografia numa plataforma tão poderosa quanto a TV aberta.

9. "Tá no Ar: a TV na TV": depois do desastre que foi “O Dentista Mascarado”, Marcelo Adnet acertou em cheio com o humorístico da Globo. Ao lado de Marcius Melhem, o ator reuniu um time de peso e foi muito feliz com a ideia da atração. Ela é rápida, inteligente, muito bem produzida e ousa de várias maneiras (o que deu o que falar e rendeu ainda mais audiência). Para felicidade geral da nação, a segunda temporada já começou a ser gravada.

10. "Vai que Cola": como o assunto é humor, o Multishow fez da turma da pensão da Dona Jô a sua menina dos olhos. O investimento deu retorno e a segunda temporada fez ainda mais barulho que a primeira. Além do elenco fixo, vários convidados movimentaram a história, como Tatá Werneck, Fábio Porchat , Marcelo Médici , Julia Rabello , entre outros. Para 2015, a galera vai tentar sucesso em outra plataforma além da TV: o cinema.

11. “MasterChef Brasil”: o reality show internacionalmente conhecido ganhou a versão tupiniquim na Band, com Ana Paula Padrão no comando, e se tornou - na opinião desta humilde jornalista - o melhor programa do gênero neste ano. Ana Paula embarcou bem na linguagem leve do entretenimento, os três jurados ( Erick Jacquin , Henrique Fogaça e Paola Carosella ) são irritantes e queridos na medida certa, e a produção/edição é primorosa. Que venha a segunda temporada!

12. Sophie Charlotte: passei o ano inteiro decidindo se cortava ou não o cabelo como a Duda de “O Rebu”. A atriz ditou moda e virou figurinha frequente nas notícias. Junto com o cabelo joãozinho e a novela absolutamente sensacional, dirigida por José Luiz Villamarim , 2014 rendeu um bom partido para Sophie (que, atenção, já tinha Malvino Salvador no currículo). Daniel de Oliveira , que gravou a novela com ela, se tornou oficialmente seu namorado. Para fechar o ano, ela já começou os trabalhos em “Babilônia”, nova novela das 21h. Ah, e ainda cantou com Roberto Carlos no especial de fim de ano da Globo. Beijinho no recalque.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.