Para quem não comprou a entrada de Marjorie Estiano, uma dica: permita-se ao realismo fantástico e saboreie o espetáculo

Aguinaldo Silva tinha tudo para cair no ridículo. A decisão de colocar Marjorie Estiano para assumir o lugar de Drica Moraes em "Império" foi uma jogada arriscada e ousada. A veterana foi afastada da novela para cuidar da saúde, e sua substituta, que interpretou a personagem Cora na primeira fase da história, retornaria como a vilã rejuvenescida, plastificada, coisa do tipo. A primeira reação, claro, foi dúvida e rejeição. "Isso vai dar certo? Como assim a Cora rejuvenesceu?" foi o que passou pela cabeça. Resultado: e não é que deu certo?

No último sábado (13), a nova Cora se reencontrou com a sobrinha, Cristina ( Leandra Leal ), Maria Marta ( Lilia Cabral ) e com todos os herdeiros do Comendador José Alfredo ( Alexandre Nero ). Aguinaldo foi sagaz no texto e não fez o telespectador de bobo no encontro, tão importante para reorganizar a bagunça.

Os personagens zombaram da nova Cora, assim como a gente riu quando a gigante Marjorie apareceu em cena tentando ser a envelhecida vilã. Claro que é difícil comprar a ideia, mas o exercício que Aguinaldo propõe é válido: dar uma chance para o realismo fantástico criado dentro daquela que seria uma história que retrata a realidade.

A partir do momento que você se permite enxergar Marjorie, anos mais jovem do que Drica, como a personagem mais velha, tudo se encaixa. A jogada que Aguinaldo precisou decidir em tempo recorde foi certeira. As outras opções estão fora de cogitação. Matar a Cora? Um pecado. A personagem ainda tem muito a acrescentar para nortear a trama. Sumir com Cora? Impossível. Com Drica sem data certa para voltar às gravações, a vilania perderia toda força com uma longa pausa forçada.

Na internet, o público não perdoou. Cora virou meme até mesmo do próprio perfil da Globo no Facebook. Em uma imagem da personagem com o véu negro no rosto, a mensagem tirou sarro com a "plástica" de Cora: "Já sabe o que vai pedir de amigo oculto, né? #véurejuvenescedor". Como sempre, teve o time que não curtiu a decisão do autor. Mas até aí, esses servem para equilibrar a balança.

A decisão de Aguinaldo de não forçar os personagens a tentarem arrancar uma resposta de Cora sobre sua mudança sinistra é a dica para os telespectadores. Em nenhum momento a mudança visual da vilã foi o fator principal de qualquer discussão. E nem precisa ser para nós também. É agradecer que a tarefa foi entregue nas mãos respeitáveis de Marjorie e correr para o abraço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.