Na novela das 19h, "Alto Astral", atriz vive romântica e descarta affair com parceiro na trama: "A gente já falou mil vezes não"

Nathalia Dill voltou para as telinhas na pele de uma mocinha de carne e osso e para ninguém botar defeito. Laura, que guia a nova novela das 19h, “Alto Astral”, é romântica, se entrega à paixão e sonha com um futuro tranquilo. Ao mesmo tempo, quanto precisa arregaçar as mangas, ela faz sem reclamar. É forte, decidida e concreta. Um prato cheio para a atriz.

Na trama, ela se vê dividida entre dois irmãos: Marcos ( Thiago Lacerda ) e Caíque ( Sérgio Guizé ). Noiva do primeiro, ela encontra o segundo por acaso e se encanta antes de saber que se trata de seu cunhado. Já na vida, ela se separou de Caio Soh e foi apontada como novo caso de Guizé - coisa que ela já negou e segue negando. Com cada coisa em seu quadrado, ela não fecha o coração para o amor: “acredito em amor à primeira vista, sim”. Quer ler mais? O iG bateu um rápido papo com Nathalia no Projac, nos estúdios da novela. Confira abaixo:

iG: O que está achando de interpretar a Laura?
Nathalia Dill: Ela é uma personagem muito linda, forte e muito honesta com o que ela sente e com os outros. Acho que pelo fato de ela ser jornalista e buscar sempre a veracidade dos fatos, ela é verdadeira com ela mesma. Ela não consegue mentir, enganar e dissimular ninguém. Contudo, ela tem um segredo, um vazio dentro dela por não saber quem é sua mãe.

iG: E ela, claro, vai atrás desse mistério, né?
Nathalia Dill: O avô pede para ela não fazer essa investigação, mas é uma falta muito grande para ela. Além de cair nesse triângulo amoroso entre os dois irmãos, ela ainda tem essa busca de saber quem é sua mãe de verdade. É uma personagem bem complexa, porque, ao mesmo tempo que é leve e doce, ela é forte. Laura é bem múltipla.

iG: Sobre esse triângulo entre os irmãos, por que você acha que ela se encanta tanto por Marcos como por Caíque?
Nathalia Dill: O Caíque e o Marcos representam um pouco o duelo entre a emoção e a razão. O Marcos é a razão. Ele cuida, é carinhoso, companheiro. A Laura tem muitos problemas, sustenta uma casa inteira, e ele diz que gosta da família dela. Ela teria uma vida certeira com ele. E existe sim um carinho enorme entre os dois. Talvez não uma paixão enlouquecida, mas um carinho sim. Já o Caíque é mais a emoção, é aquela incerteza. A Laura acaba caindo nesse túnel escuro e fica nesse dilema. Eu acho que a gente vive esse dilema na vida em mil questões.

iG: Você concorda que ela pode até se casar com Marcos, mas parece que o Caíque que é seu verdadeiro amor?
Nathalia Dill: Acho que o Caíque vem de uma forma muito arrebatadora, de um jeito que ela não sabe direito como ele é, o que ele é. Ela sabe que ele é médico e que é irmão do seu noivo, mas não o conhece. É só emoção. Ela não tem garantias de nada ainda.

iG: Como é em cena sua química com Sérgio Guizé (que vive Caíque)?
Nathalia Dill: Ele é um ator incrível. Eu já admirava muito o trabalho dele e estou super feliz. Ele realmente é um ator brilhante.

iG: E sobre os boatos de que estaria rolando algo entre vocês também fora da ficção?
Nathalia Dill : Ah, não… Não, gente. A gente já falou mil vezes que não.

iG: Voltando a falar sobre Marcos, ele é vilão com Laura em algum momento?
Nathalia Dill : Ele é um cara perverso, mas com a Laura, não. Ela não tem essa visão dele. Ela acha que ele é um cara durão, mal-humorado, meio grosso, chato. Mas, no fim, ela acha que ele tem bom coração. Se isso é verdadeiro ou não… Não sei (risos).

iG: Como é a relação dela com a sogra, Maria Inês (Christiane Torloni)?
Nathalia Dill : É louco, né? A sogra dá um pouco aval para ela, porque a história meio que se repete. A Maria Inês está um pouco se enxergando na Laura, ela se identifica, porque também tem outra paixão de infância. Ela é bem mãe dividida mesmo.

iG: O Caíque é todo envolvido com espíritos e etc. A Laura é cética?
Nathalia Dill : Totalmente. Não foi à toa que colocaram ela como jornalista, que trabalha com fatos. É difícil por isso. Ela é muito concreta. Ela não vai acreditar em algo lúdico, nada disso. É da personalidade dela precisar dos fatos.

iG: E você acredita em quê?
Nathalia Dill: Em tudo. Até que provem o contrário, é muito pequeno achar que só existe isso aqui. E é muito pequeno achar que só uma religião está certa. Eu não consigo acreditar.

iG: Acredita em amor à primeira vista?
Nathalia Dill : Acredito.

iG: Já viveu um amor à primeira vista?
Nathalia Dill : É difícil, né? Acho que mais paixão, que depois vira amor ou não.

iG: Você curtiu o novo cabelo para a personagem?
Nathalia Dill: Gostei sim. Eu dei uma clareada e cortei essa franja - com quem eu ainda não me entendo muito bem, mas está aqui (risos). Tem um tempo que queria clarear, mudar um pouco. O Silvio de Abreu queria que fosse mais claro, e Jorginho queria uma coisa mais leve, prática. Ela não é uma personagem que fica horas se arrumando. Não poderia ser aquele cabelo milimétrico, não tem a ver com a Laura.

iG: Você está adorando o retorno para TV, né?
Nathalia Dill : Muito! E essa novela é bem legal, porque ela muito definida. Os personagens são o que eles são.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.