Claudia Alencar, que chorou na urna durante as eleições de domingo (26), contou que foi presa na ditadura


A atriz Claudia Alencar , que protagonizou uma crise de choro no domingo (26) antes de votar no segundo turno das eleições, falou sobre o episódio no "Agora É Tarde", da Band.

"Eu tinha um candidato, eu mudava de candidato. Eu vou esse, vou naquele, vou no outro. No que eu pisei... é que tudo isso tem a ver com o meu passado. Quero que o Brasil seja um grande país democrata", tentou explicar.

Ditadura

"Você teve uma passagem pela ditadura", emendou Rafinha Bastos . "Me puseram um saco preto e me jogaram na OBAN (Operação Bandeirante)", disse ela. "Olha, vou contar o que aconteceu: eles pegavam a gente, jogavam a gente. Pegavam os colegas nus, deixavam eles nus, e batiam na frente da gente .Deixavam a gente nuas, e batiam, e de noite jogavam a gente lá em cima. Iam pra cima da gente, estupravam a gente e estupravam os colegas da gente. No segundo dia, eles batiam menos. No outro dia, eles eram bonitinhos".

      Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.