Autora vai trabalhar novamente com o ator na nova minissérie que escreve para a Globo, "Dupla Identidade"

Glória Perez primeiro disse não a Bruno Gagliasso quando ele se ofereceu para interpretar o serial killer protagonista da minissérie "Dupla Identidade", com estreia prevista na Globo para o dia 19 de setembro. O ator também foi recusado pelo diretor Mauro Mendonça Filho , mas não se deu por vencido e pediu para pelo menos fazer o teste. Glória autorizou e após ver o ator em cena, não quis saber de mais ninguém: "Era ele. Não dá para imaginar mais ninguém no papel."

Esta não é a primeira vez que Gagliasso atua em personagens fortes e marcantes da autora. "O Bruno é um ator por quem sou extremamente apaixonada. Ele foi o menino gay que descobria a sexualidade em 'América'. Era um papel muito difícil, cheio de nuances, e aliás, ele deu o primeiro beijo gay da TV que não foi ar. Graças a Deus o Walcyr (Carrasco) fez depois e já viramos essa página. Depois ele fez para mim o esquizofrênico de 'Caminho das Índias'. Ele é um ator apaixonante."

Sobre o gênero tão conhecido em séries norte-americanas, Glória diz faltar na grade de programação das emissoras brasileiras. Para ela, "o suspense psicológico, do serial killer, encanta gerações".

Além de Bruno Gagliasso, "Dupla Identidade" tem no elenco Luana Piovani , Débora Falabella e Marcello Novaes .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.