Atriz, que volta à TV em "A Segunda Vez", do Multishow, fala sobre cenas sensuais e relação com o filho de 11 anos

Priscila Sol guarda, na sabedoria adquirida em 34 anos, uma vitalidade de menina. No alto do seu 1,54 m, muito charme revelado apenas para quem merece. Com a nova silhueta, de mais ou menos 49 kg, começa a abrir um novo leque de possibilidades. A gente conversa com Priscila e tem vontade de pedir um café, um pão de queijo, depois um suco… O papo rende tanto e ela tem o dom de fazer bem esse meio de campo. Dá vontade de ver mais seu rosto e talento na TV.

Para os fãs e curiosos, a oportunidade está aí: estreou na segunda (11), a série “A Segunda Vez”, do Multishow, em que Priscila atua, como ela mesma definiu, pela primeira vez como uma mulher da sua idade, recheada com todos os reais defeitos e qualidades.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

"Ariela foi um presente desde a aprovação, quando fui conversar com o diretor. Foi uma surpresa, porque fui fazer um teste para uma das prostitutas e fui aprovada para mulher do Raul ( Marcos Palmeira ). É a primeira vez que tenho um personagem com minha idade, que é 34 anos. Sempre faço mulheres 10 anos mais jovens e foi uma descoberta. Encontrei atuando coisas em mim que não conseguia trabalhar", disse ao iG .

De fato, logo no primeiro capítulo, dá para sentir o salto dramatúrgico dado pela atriz. Nos seus trabalhos anteriores em TV aberta, Priscila viveu a doce Paixão em "Viver a Vida" (2009) e Sandra em "Lado a Lado" (2012). Agora, como Ariela, tira a roupa logo nas primeiras cenas e troca frases poderosas com Palmeira, o protagonista da trama baseada no livro "A Segunda Vez Que Te Conheci", de Marcelo Rubens Paiva .

Priscila Sol
Divulgação/Globo
Priscila Sol

"Me porto como uma mulher, mas às vezes infantilizava, fragilizava o olhar… Quando tive a conversa com o diretor, ele disse que eles me escolheram porque sou uma mulher real. Ele disse: 'Você não tem cara de 34 anos, mas tem. Você não parece ter um filho de 11 anos, mas tem'. Ainda namoro um cara de 25 anos… Sou realmente uma mulher real. Às vezes a gente vai pelo estereótipo, mas já tenho ruga, não faço botóx, não faço nada. Só tenho jeito de menina. Por que não fazer uma mulher?", levantou a questão.

Priscila foi lá e encarou a realidade de Ariela, uma mulher que está se separando do seu amor após decepção atrás de decepção. No set, como já citado, ela tem cenas sensuais quentes - e também pela primeira vez. E aí?

"Tranquilo nunca é, mas foi muito mais fácil do que eu imaginava. Nunca tive personagens que me exigissem um despudor e um desprendimento tão grandes. Mas, de cara, confiei no bom gosto do Cesinha (diretor da série), sabia que ele ia nos preservar ao máximo, que nada seria gratuito. Toda história tem história de amor, toda história de amor tem beijo na boca, e todo beijo na boca tem sexo. Nenhuma cena de sexo foi por acaso", avisou.

No gravando, sem roupa, Priscila classificou o momento como uma dança. É tanta marcação, tanto movimento, tanto ângulo, luz, câmera… Não dá para não ser técnico, segundo ela. E as neuras de mulher mesmo? Como lidar com essa mulher real, que na real tem celulite, estria, uma gordurinha ali e outra aqui? De maneira natural, como tudo na vida. Vaidosa como atriz e mulher, a atriz regulou a dieta e malhou direitinho para se sentir à vontade no vídeo. Mas nada de ficar gostosa.

"Eu sabia que ia me expor. Eu quero, pelo menos, me sentir à vontade. Não me preocupei em deixar a Ariela gostosa nem ficar incrivelmente sarada porque achava que ela era diferente das prostitutas. Fiquei o melhor que podia ficar sem chamar muita atenção. Não sou de me pesar, de verdade. Lembro que na época da Paixão eu pesei quase 60 kg, e tenho 1,54 m. Fiquei bem gordinha para o meu tamanho. Agora devo estar com uns 49 kg, não é muito menos. É tudo normal”, disse.

Mãe gostosa x mãe legal

Em casa, além do namorado João Faria , Priscila tem Vitor , seu filho/parceiro/melhor amigo de 11 anos. O garoto sempre acompanha os trabalhos da mãe, e dá pitaco sobre uma coisa ou outra. Agora que Priscila carregou na pimenta em cena, não vai ser diferente. Mesmo nas cenas de nu.

"Quando tem alguma cena que ele se incomoda, ele sempre tapa os olhos (risos). Esses dias, quando as chamadas da série começaram a passar, ele assistiu comigo e disse: 'ai, mãe, tá passando um monte de mulher lambendo não sei o quê'. Quando cheguei na sala ele estava com os olhos fechados (risos). Ele tem 11 anos, é superesperto, molecão, mas é muito criança, sabe?", falou a mãe coruja.

"Outro dia, o irmão da minha irmã, um menino de 16 anos, foi dormir lá em casa. E ficam todos os moleques para ele: ‘pô, Vitinho, você já tem 11 anos, mano. Tem que ver mulher pelada na televisão’. E ele pede para deixarem ele quieto, ainda não quer ver (risos). Fiz um curta-metragem chamado ‘Noite Perdida’, uma comédia, e tenho uma cena sensual, mas muito grotesca. É o sonho de um cara com a minha personagem, ela de roupa, pulando, tudo balançando… Bem engraçado. E eu levei o Vitor para assistir, e ele ficou bravo! ‘Pô, mãe, você não falou para mim que tinha cena de sacanagem’ e saiu do cinema!”, relembrou Priscila, gargalhando.

Até então, o comportamento do filhote não causa dor de cabeça na mamãe. Mas e os amigos de Vitor? Mesmo com cara de moleca, Priscila é linda de viver e deve rondar pelos pensamentos dos meninos… Será? “Esses dias eu estava pensando nisso, até. O Vitor me contou que um amigo dele disse que ‘sou mó gatinha’ (risos). Eu esqueço que sou mãe do Vitor e que não sou do jeito que todas as mães são. Eu chego na escola, vou almoçar com ele no refeitório e fico brincando com os meninos… E os meninos me adoram! Eu acho, na verdade, que não tem maldade, porque eu não tenho esse apelo sexual, eu vou sempre para o lado menina. Se alguém vem com alguma malícia, já vê que eu não tenho isso. Me acham mais a mãe legal do que a mãe gostosa”, avisou.

A relação com João, com quem está há três anos e meio, completa a fase boa da atriz. Juntos, os três se divertem e se completam - cada um no seu espaço. “João e Vitor são super amigos. O João é publicitário, adora jogar videogame, é um pouco nerd. E o Vitor adora jogar com ele, adoram falar sobre tecnologia, que eu não entendo nada… Os dois são super parceiros. Ao mesmo tempo, o João também sabe o lugar dele, porque o pai do Vitor é muito presente. Ele é o amigo do João”, garantiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.