Para Aguinaldo Silva, maioria do público é heterossexual e ainda se choca com relacionamento entre casais gays

Autor de “Império”, próxima novela das 21h da Globo, Aguinaldo Silva falou com os jornalistas nesta terça-feira (1º) sobre como irá conduzir os romances gays na história que estreia dia 21 de julho. No clipe apresentado à imprensa, uma cena entre José Mayer e Klebber Toledo chamou atenção pela tensão sexual que os atores, homossexuais na trama, conseguiram passar no vídeo.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

Na sequência, o personagem de José, ainda no armário, vai se encontrar escondido com o amante em um apartamento. Sozinhos, cara a cara, na penumbra, eles se olham e se declaram. Sem beijo. E entre a polêmica fresquinha do “ter ou não ter beijo gay no horário nobre”, Aguinaldo esfriou a panela e afirmou que ainda não pensou nesse detalhe para seus personagens.

“Na minha novela vai ter muito beijo hétero. Não pensei (em beijo gay). Eu acho que nas cenas entre pessoas do mesmo sexo nas novelas, você precisa levar sempre em conta quem está vendo a novela. E quem está está vendo a novela não são só os gays. É uma maioria que provavelmente vai achar aquilo meio chocante. Então, quando tem uma cena entre dois amantes gays na minha novela eu procuro mais mostrar a intimidade do que atos. É muito mais delicado, eu acho tão bonito, como a cena do Zé e do Klebber. Ninguém fica chocado. Por que vou colocar os dois atracados feito loucos, suando? Não tem nada a ver, né?”, disse.

O escritor comentou ainda sobre o movimento que ganhou força nas redes sociais e nas ruas por tramas que tratem a relação homoafetiva com naturalidade, principalmente depois de Niko e Félix em “Amor à Vida”. Para Aguinaldo, a pressão pelo beijo, na verdade, é grande por parte da mídia.

“Acaba que fica muito chato isso, porque eu tenho a impressão de que as pessoas querem dizer ‘ah, você não tem coragem de fazer’. Não é isso, é uma questão de equilíbrio, de pensar em quem está vendo minha novela. Não é só sobre esse assunto, é sobre qualquer outro. Eu sou muito responsável com o telespectador. O que vou dizer para 40 milhões de pessoas? Você tem que ser responsável”, declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.