Christiane Torloni, Vera Fischer, Regina Duarte, Julia Lemmertz ou Taís Araújo? Quem interpretou a personagem mais cansativa nas tramas do autor


Ninguém aguenta mais Helena na novela "Em Família". Mas olhando para trás, as protagonistas de mesmo nome das tramas de Manoel Carlos nunca foram animadas, bem-humoradas ou fáceis de se conviver.

Confira um resuminho das mais chatas Helenas e vote na pior:

Regina Duarte - Por Amor (1997) - a segunda Helena de Regina Duarte (que fez três). A trama gira em torno da troca de seu bebê com o da filha na maternidade. Ela engravida ao mesmo tempo que Maria Eduarda (Gabriela Duarte) e as duas dão à luz os bebês na mesma maternidade. O de Maria Eduarda nasce morto e Helena decide trocar os bebês sem dizer a ninguém. Nesse caso, Maria Eduarda era mais insuportável do que Helena, que acabou contaminada pela chatice da filha. A personagem de Gabriela Duarte originou uma das primeiras grandes comunidades de grande repercussão em uma rede social (Orkut): "Eu odeio a Maria Eduarda"

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Vera Fischer - Laços de Família (2000) - aqui a história, novamente com a relação entre mãe e filha no centro, tem a ver com paixão pelo mesmo homem. Helena namora Edu (Reynaldo Gianecchini), que é bem mais novo do que ela. Quando ele conhece a filha da namorada, Camila (Carolina Dieckmann), acaba se envolvendo. Helena então decide abrir mão de seu amor pela felicidade da filha. Ela passa praticamente a novela inteira pensando em Edu, mas termina nos braços do sem sal Miguel (Tony Ramos)

Christiane Torloni - Mulheres Apaixonadas (2003) - Helena aqui é tão chatinha que acaba ofuscada pelas histórias das outras personagens, todas mais interessantes do que ela. Sua atitude de abrir mão do casamento estável para embarcar num antigo amor é mamão com açúcar perto, por exemplo, das raquetadas que Raquel (Helena Ranaldi) recebe do marido, ou dos maus tratos de Dóris (Regiane Alves) contra os avós, ou do romance gay adolescente entre Clara (Alinne Moraes) e Rafaela (Paula Picarelli)

Taís Araújo - Viver a Vida (2009) - talvez a mais sofrida das Helenas. Uma top model que fez um aborto aos 18 anos para não prejudicar sua carreira e carrega esse drama. Para piorar, se envolve com Marcos (José Mayer), pai de uma de suas maiores concorrentes no mundo da moda, Luciana (Alinne Moraes). Após uma briga, Helena proíbe Luciana de viajar com ela. O carro em que viaja Luciana sofre um acidente e ela fica tetraplégica, o que faz Helena ganhar um novo drama. Resumindo, Helena passa a novela inteira sofrendo e com cara de choro

Júlia Lemmertz - Em Família (2014) - mimada, impulsiva, teimosa. Extremamente difícil de se conviver. Vive um casamento por gratidão com Virgílio (Humberto Martins). Ele foi enterrado vivo por Laerte (Gabriel Braga Nuens), grande amor de Helena, que acabou preso no dia do casamento com ela. Vive um drama anos depois de se distanciar de Laerte: ele se envolve com a filha dela. Essa Helena guarda tantas mágoas que não podia mesmo deixar de ser chata.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.