Em gravação do “Altas Horas”, cantor ainda explicou o motivo de proibir o uso de celulares pelos convidados no casamento


Latino e Rayanne Morais mal desembarcaram da lua de mel pelas Ilhas Maldivas e foram contar como foi a viagem na gravação do “Altas Horas”, na noite dessa quinta-feira (10), nos estudios da Globo, em São Paulo. “Foi maravilhoso, ele organizou um jantar no meio do deserto de Dubai, como fez isso que eu não sei”, disse ela. “Ela não podia saber, era uma surpresa, conversei com o gerente, aproveitei que ele adorava o Brasil e organizei tudo no meio do deserto, mas mulher é chata, às vezes precisava sair para resolver algo e ela ficava: ‘Aonde você vai?”, disse Latino, arrancando risadas da plateia.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

Latino e Rayanne Morais
Divulgação/TV Globo
Latino e Rayanne Morais

Já sobre a cerimônia. o cantor explicou porquê proibiu o uso de celulares.“Queria que todo mundo ficasse bêbado, ficasse louco e depois que inventaram essa coisa do instagram toda hora vem um querendo tirar foto e você não consegue se divertir. Falei para os convidados e todo mundo concordou. Se hospedaram um dia antes no hotel e todo mundo curtiu”. Brincando, Serginho Groisman perguntou quanto custou a cerimônia e Latino respondeu com bom humor. “Vou demorar uns dez anos para pagar”.

Recém-casados, o casal não pensa em filhos agora: “Já tenho um macaco que dá um trabalho, ele é tipo uma criança”, disse Latino. “Brincadeira, adoro criança, por mim tinha uns 20”. Rayanne completou a frase do marido. “A gente deixou nas mãos de Deus”.

Plágio

Latino não se livrou das perguntas da plateia. Em uma delas, ele foi questionado em como lidou com as acusações de que tinha plagiado a música “Danza Kuduro”. “O Kuduro foi testada no mundo inteiro e licenciada. Cada cantor pegou ela em seu país. Um exemplo, ‘To Nem Aí’, que é de minha autoria, foi gravada em 18 países e aqui no Brasil pela Luka, é normal esse intercambio de música. Em plágio você não pede autorização”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.