A mulher de Boninho saiu da atração para mudança de formato e se prepara para substituir Fátima Bernardes no "Encontro" em janeiro

Ana Furtado e Boninho no lançamento do livro de Boni no Rio de Janeiro
Felipe Assumpção/AgNews
Ana Furtado e Boninho no lançamento do livro de Boni no Rio de Janeiro

Ana Furtado não escondeu a saudade que sente do "Vídeo Show" na noite de terça-feira (10), durante o lançamento do livro "Boni & Amaral - Guia dos Guias" , em um shopping carioca da zona sul. A apresentadora, que foi prestigiar o sogro ao lado do marido, Boninho , admitiu que ainda não teve tempo para ver Zeca Camargo no comando da atração.

"Não vi ainda porque estou trabalhando na hora do 'Vìdeo Show'. Estou sentindo muita falta do programa na minha vida. Igual mãe com filho, sabe? O meu desejo é que o público esteja gostando, porque a proposta era mudar completamente", disse Ana, que saiu do programa com a chegada do diretor Ricardo Waddington .

Muito se falou nessa fase de reformulação, inclusive sobre eventuais desavenças entre Ana e a equipe da Globo. Ela garantiu que nada aconteceu. "Todo mundo (foi pego de surpresa), né? Ninguém imaginava. Tem fofoca por aí, mas quem tem boca fala o que quer. E o poder da caneta e do papel é grande, a gente sabe. Eu também sou jornalista. Mas imagina, sou mais do que aberta a mudanças. Aliás, acho que são sempre muito bem-vindas", afirmou, afastando qualquer tipo de boato.

O próximo passo para voltar à TV já foi dado. Diariamente, Ana se reúne com Fátima Bernardes e sua equipe do "Encontro" para realizar discussões sobre os programas de janeiro. Ela vai ser responsável por comandar o programa dos dias 2 a 17 de janeiro, durante as férias de Fátima. "É inédito na minha carreira, ao vivo, com plateia, convidados, banda. Não estou nervosa, e sim ansiosa para começar. Já estamos fazendo reuniões há algumas semanas", contou.

Sobre o desejo de ter um projeto no ar para chamar de seu, Ana deixou a dúvida pairando: "Tenho vários projetos como sempre tive. Mais do que isso não posso falar para 2014, mas quem sabe, né? Estou à disposição da emissora."

A virada do ano vai ser no Rio, já que dia 2 ela está no estúdio trabalhando. O papo foi finalizado por Boninho: "Posso roubar minha mulher, posso?", disse, para ela completar: "Adoro ser roubada pelo meu marido."

Veja quem esteve no lançamento do livro de Boni:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.