Autor se incomodou com críticas à novela e explicou a cena em que Aline e Ninho vão ao mercado comprar itens para cegar César. Você acha que o folhetim perdeu o sentido? Vote

Os mais de 500 mil seguidores de Walcyr Carrasco no Twitter já estão acostumados às polêmicas causadas pelo autor. Sem papas na língua, ele responde as críticas de igual para igual e não se importa em amenizar o tom.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

Recentemente, Walcyr tem recorrido às redes sociais para justificar os erros, os exageros e também os vazamentos de notícias sobre a novela "Amor à Vida", assim como fez em uma de suas atualizações: "Deixa de ser tonto, @LuanBorges. Estou rebatendo uma crítica e notícias falsas. Você tem mania de querer falar mal?". E na noite dessa quinta-feira (29), o autor justificou a cena mais criticada pelos internautas, em que Aline ( Vanessa Giácomo ) e Ninho ( Juliano Cazarré ) vão juntos ao mercado comprar produtos de uso doméstico para deixar César ( Antonio Fagundes ) cego. Segundo os telespectadores, a história é impossível de acontecer na vida real. No entanto, o autor garantiu que pesquisou profundamente sobre o assunto e explicou as cenas.

"Garanto que esses produtos existem! Amigos, pesquisei com um grande oftalmologista como cegar uma pessoa sem deixar pistas. Realmente é possivel com produtos do supermercado. Produtos que normalmente não fazem, mal mas que em grande quantidade intoxicam. Quantidade gigantesca. Não posso dizer os nomes por ética. Não posso dizer os nomes dos produtos porque tem muita gente má por aí. Só quis dizer que a pesquisa foi absolutamente correta e bem feita por um catedrático da USP. Mais não posso contar. A maldade humana é imensa, é claro que não poderia dar o nome dos produtos", escreveu ele no Twitter.

Você acha que a novela perdeu o sentido e por isso Walcyr está justificando os exageros nas redes sociais? Vote.









    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.