No lançamento da minissérie "Amores Roubados", da Globo, atores evitaram contato e driblaram perguntas sobre polêmica amorosa

Foi no mínimo curiosa toda a expectativa que se criou para a apresentação à imprensa da série "Amores Roubados" , da Globo, que aconteceu na noite de quinta-feira (28), no Rio. Desde o início da polêmica envolvendo os protagonistas Cauã Reymond e Isis Valverde - o galã teria terminado o casamento com Grazi Massafera após um caso com Ísis durante as gravações -, o evento era muito aguardado, pois seria ali o palco do primeiro encontro público dos atores. Muito se falou que um deles poderia faltar ou que os dois fugiriam dos jornalistas tão logo começassem as perguntas. E não foi assim que a banda tocou. Bem, quase não foi assim.

Cauã e Ísis, que na série de José Luiz Villamarim são Leandro e Antônia, compareceram à apresentação, mas evitaram qualquer proximidade sem necessidade. Ela chegou primeiro, acompanhada de seu assessor de imprensa pessoal (prática não muito comum em coletivas organizadas pela comunicação da emissora) e correu para o banheiro para retocar a maquiagem. Ele chegou em seguida com um segurança, que ficou do lado de fora, e foi a deixa para Villamarim pegar o microfone e dar início ao papo.

Cauã falou com todos do elenco informalmente. Brincou até com Dira Paes , com quem também se relaciona em cena. "E aí, gostosa?", disse ao pé do ouvido com seu sorriso largo. Com Ísis, não falou. Depois, Cauã se sentou ao lado de Murilo Benício . Ísis ficou do lado oposto, com Dira e Patrícia Pillar . Os dois se olharam apenas quando o diretor apresentou o elenco e chamou um por um para subirem ao palco de frente para os jornalistas. Foi quando Cauã e Isis trocaram acenos de longe.

Isis Valverde
Felipe Assumpção e Felipe Panfili/AgNews
Isis Valverde

Separados e protegidos

Durante a coletiva, Isis estava inquieta e não tirou os olhos dos assessores. Aliás, não eram só eles que pareciam estar ali para apoiar os atores em caso de perguntas sobre o temido tema. Quando uma jornalista questionou se a polêmica ajudaria o público a comprar a história do casal na ficção com mais facilidade, Patrícia Pillar soltou um "não entendi sua pergunta."

Cauã, na mesma hora, rebateu com um "mas eu entendi". "Quando o público leva uma história para o pessoal é chato. Mas se isso der uns pontinhos o Ibope, eu estou feliz", disse. "Tomara que o Ibope vá lá para cima", completou Ísis. Um minuto depois, a jovem atriz ganhou uma discreta piscadinha de olho de Patrícia.

O único momento em que os dois posaram juntos foi em frente ao logotipo da minissérie, praticamente uma obrigação para todos os atores do elenco. Os dois se abraçaram brevemente para sorrir para as fotos. E nada mais. A imprensa montou guarda para falar com a dupla assim que foi liberada pela equipe da Globo. Cauã e Isis então encararam, separadamente, o turbilhão de perguntas.

"Acho que todo mundo já foi traído"

"Gente, tantas outras coisas para falar. Vamos falar do Emmy, a Fernandona ganhou o Emmy...", falou Cauã quando questionado sobre Ísis x Grazi. Em nenhum momento, entretanto, o ator citou nomes. Nem da parceira de cena, nem da mãe de sua filha Sofia . Maduro, Cauã se mostrou preparado para encarar o climão.

Seu personagem, Leandro, é um típico Don Juan. Claro que traição está no enredo e a bola foi levantada para Cauã cortar. "Acho que todo mundo já foi traído. Já tive relações que não traí, e já tive outras que traí. Nunca peguei uma traição, mas com certeza já fui traído", afirmou.

Quando o foco foi a ausência de aliança do rapaz, ele rebateu dizendo que nunca usou. "Não uso aliança há muito tempo. É só vocês pegarem as fotos antigas que vocês vão ver", declarou, sem confirmar separação ou reconciliação com Grazi.

Sobre Sofia, Cauã se mostrou ativo no dia a dia da filha. "Estou uma 'pãe'. Levo para a natação, troco fralda... É muito bom ser pai. A primeira palavra que ela falou foi papai. Não achei que eu merecia tanto. Mãe sempre merece mais", disse.

"Todo mundo se adora"

Já Isis colocou um ponto final nas perguntas sobre o envolvimento com Cauã com a declaração: "A gente está falando hoje de 'Amores Roubados', não da minha vida. O que eu tinha para falar sobre isso eu já falei. Estou muito feliz com a minissérie, vai ser um trabalho lindo, vai me trazer muita coisa boa. Espero que as pessoas todo dia liguem a TV para ver. Estou mega realizada e já tenho projetos novos para o ano que vem."

Sobre um mal-estar no elenco durante as gravações em Petrolina, Isis afirmou que nada abalou as estruturas do grupo. "O elenco é superunido, todo mundo se ama, se respeita, se adora. A gente ficou três meses morando junto, praticamente. Somos uma família. Todo mundo se adora."

"Amores Roubados" é uma minissérie de George Moura , tem estreia prevista para janeiro e conta ainda com nomes como Cassia Kis Magro e Osmar Prado .

Cena da minissérie 'Amores Roubados', que estreia em janeiro
Felipe Assumpção e Felipe Panfili/AgNews
Cena da minissérie 'Amores Roubados', que estreia em janeiro