Atriz fará um papel mais popular na próxima novela das sete da Globo, “Sangue Bom”

Acostumada a interpretar mulheres elegantes em novelas, Malu Mader vai trocar de papel e dar vida a uma personagem mais popular. A atriz viverá uma solteira, bem brasileira, que criou um filho sem a presença do pai em “Sangue Bom”, próxima novela das sete da Globo. Durante a coletiva de imprensa de apresentação da novela, Malu se comparou à personagem. “É muito difícil falar sobre isso. Toda mãe se diz apaixonada pelo filho, mas meu caso é bem diferente do da pesagem. Ela criou o filho sozinha. Usou toda sua energia para a maternidade. Já eu, tenho o Tony (Bellotto), que é um marido e um pai superpresente, apesar de ser músico e viajar muito”.

Curta a fanpage do iG Gente e acompanhe todas as novidades dos famosos

Malu vai usar sua experiência de vida como referência, agregando também os conselhos de sua mãe. “Peguei coisas minhas como mãe, mas também usei coisas da minha mãe, que sempre foi muito intensa e protetora”.

A atriz também falou sobre seu papel ser mais popular do que os últimos que interpretou nas telinhas. “Não me importo se a personagem é elegante ou cafona. Não me vejo uma pessoa dessa elegância toda. Já fui dura. Quando nasci, era classe média baixa. Vivo de jeans e tênis. Não tenho problema em comer arroz e feijão todos os dias. Sou indiferente a essas questões”, afirmou a atriz, dizendo ainda que a vida é feita de altos e baixos. “Um dia a pessoa pode estar rica, no outro dia pobre. O que faz uma pessoa ficar marcada é a alma dela, não o que ela veste ou como ela se comporta”.

Durante a coletiva, Malu foi homenageada por Dennis Carvalho . O diretor da trama elogiou a atriz, dizendo que ela é uma mulher guerreira, ao se referir a um tumor benígno no lado esquerdo da cabeça que a atriz retirou há alguns anos. “Conheço o Dennis desde que tenho 16 anos. Passa um filme na minha cabeça, mas não me vejo assim. Gosto de aproveitar coisas ruins, mas preferia não ter passado por isso”, afirmou Malu, relembrando o susto com o tumor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.