O Tribunal de Justiça de São Paulo determina a restrição do uso de imagem do apresentador pelo programa da Band. Cada vez que a decisão for violada, emissora terá que pagar R$ 100 mil

Em decisão definitiva do Tribunal de Justiça de São Paulo, Silvio Santos venceu nesta quinta-feira (21) a batalha contra o "Pânico na Band" e os humoristas do programa não poderão mais imitá-lo, como fizeram nesse domingo (17). Na última atração, a maioria do elenco apareceu caracterizada  como Silvio. A brincadeira foi uma resposta ao dono do SBT que conseguiu uma liminar na Justiça que proibia a trupe de Emílio Surita de imitá-lo. Mas no fim de 2012, eles conseguiram revogar a decisão e obtiveram parecer favorável, podendo voltar a fazer uma de suas sátiras mais clássicas , encabeçada pelo humorista Wellington Muniz , o  Ceará .

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos 

Em comunicado enviado pela assessoria de imprensa, o SBT afirma que Silvio venceu em definitivo a "decisão que impedia a TV Bandeirantes de utilizar das suas imagens, sons e características pessoais, inclusive imitações e caricaturas, além da vedação à perseguição, cerco e constrangimento à participação em seus programas e da aproximação de seus profissionais, com a intenção de entrevistas e captação de imagens, em um raio de cem metros".

Além disso, diz o comunicado que a utilização da imagem de Silvio Santos no último programa "Pânico na Band" foi feito de forma indevida, devendo a emissora responder com a multa de R$ 100 mil cada vez que violar a decisão judicial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.