No capítulo final da trama, coronel arma plano para matar o seu maior inimigo

Ramiro e capangas planejando o emboscada
Globo/Divulgação
Ramiro e capangas planejando o emboscada

Coronel Ramiro ( Antônio Fagundes ) não desiste de acabar com Mundinho Falcão ( Matheus Solano ). Desta vez, ele irá contratar os serviços de Melk ( Chico Dias ) para matar o jovem progressista. O capanga mostra fidelidade a Ramiro e afrima "Amanhã, coronel, meus jagunços vão ficar de tocaia. Quando ele sair de casa, leva bala!”. O coronel fica orgulhoso com a atitude do amigo e solta: “Assim é que se fala. Quem manda aqui, sou eu!”

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

No dia seguinte, Mundinho Falcão faz seus últimos preparativos para sair para votar no novo intendente de Ilhéus.Do lado de fora da residência, os capangas de Melk ficam de tocaia, a espera de quando o candidato sair para poderem terminar o "serviço". Enquanto isto, coronel Ramiro, na praça da cidade, a espera do grande momento, brada: "Mundinho Falcão, tu pode não com Ramiro Bastos. Amanhã eu ganho a eleição. Depois parto pra fazenda, vou viver com minha Maria Machadão. Demorei pra tomar essa decisão, mas nunca é tarde”. Será que ele conseguirá realizar este desejo? Esta cena irá ao ar nesta sexta-feira (26), no último capítulo da novela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.