Ex-atleta está pesando 118, 4 Kg e vai precisar reduzir a circunferência abdominal de 102 cm para 94 cm

Na noite deste domingo (23), o "Fantástico", da Globo, estreou o novo quadro "Medida Certa". O participante que topou o desafio de mudar os hábitos alimentares e toda a rotina de atividades físicas para conseguir resultados em três meses foi o ex-jogador de futebol Ronaldo . Após bateria de exames, ficou constatado que o Fenômeno está com o colesterol elevado ( 283, sendo que o ideal é até 200) e vai precisar reduzir a circunferência abdominal de 102 cm para 94 cm. Apesar de estar pesando 118, 4 Kg, os especialistas garantem que Ronaldo vai conseguir tirar de letra o desafio por ser ex-atleta.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe todas as notícias dos famosos

Sem se fazer de vítima, o ex-atleta confessou que engordou após deixar os esportes por ter abandonado os exercícios físicos. "Depois que parei de jogar, não fiz mais nenhuma atividade física. Fiquei 20 anos como atleta profissional, alto rendimento e isso exige muito de um atleta, então tirei um tempo não fazer nada e o meu corpo entender que acabou", falou.

Apesar de confessar o desapego com os exercícios, o craque contou que foi diagnosticado com hipotireoidismo - doença em que as glândulas da tireóide não produzem hormônios suficientes e pode ocasionar em ganho de peso em alguns casos - enquanto ainda era jogador. "Nunca fui gordo, sempre fui ativo, jogando bola", disse ele referindo-se à época em que era criança e adolescente. "Eu olho fotos daquela época e não tava nada gordo", completou ao falar sobre o início da carreira. "Começou no último ano do Real Madrid, no Milan [a luta contra a balança]. A gente descobriu que eu tinha uma deficiência nos hormônios da tireóide, isso desacelera o metabolismo e, por isso, engorda", contou.

Consciente de que precisa mudar seus hábitos, o Fenômeno contou que não consegue acompanhar os filhos durante as brincadeiras rotineiras. "Tenho atividade física zero, muita preguiça", falou. "Jogo golfe de fim de semana e de carrinho", brincou. "Além de me cansar muito, tenho muitas dores. Qualquer esforço físico demoro mais para me levantar. Me sinto derrotado, porque um esforço tão pequeno e dói tanto. Nunca me senti assim", confessou Ronaldo. Segundo ele, as brincadeiras com os filhos são praticamente impossíveis de serem realizadas. "Quando tem que abaixar, dá aquela dor na lombar, subir escada correndo atrás das crianças", brincou.

"Nos últimos tempos não tinha me preocupado em seguir dieta. Eu gosto muito de massa. Quando você é jovem, não tem essa preocupação", falou Ronaldo, que tem pela frente três meses para perder a barriga e recuperar a boa forma. "Café da manhã é outro problema meu, não tenho hábito. Muitas vezes ia treinar em jejum", completou.

Mas, segundo ele, o maior desafio não serão as atividades físicas durante a realização do programa. "Tenho problema grave muito psicológico com a balança. Tenho pavor de me pesar", brincou.

Outra dificuldade a ser vencida por Ronaldo durante os três meses serão as festas. "Consumo de álcool é muito pouco a frequência, uma vez por semana", falou ele. Renata Ceribelli perguntou se ele conseguiria se controlar durante os três meses e Ronaldo foi categórico na resposta. "Não!". O ex-jogador falou ainda que é ex-fumante - começou a fumar aos 25 anos, enquanto ainda era atleta de alto rendimento - e largou o vício neste ano, por conta da saúde. Ronaldo ainda se queixou que tem dormido mal e aceitou participar do reality para provar a importância de manter o peso. "Mostrar para o Brasil que o esporte contribui com a saúde. Sou movido a desafios, vou encarar isso como um grande desafio", falou.

Bia Anthony , mulher de Ronaldo, também apareceu durante o bate-papo e comentou que o marido "é teimoso", pois ela já tenta colocá-lo na linha e prometeu aos repórteres que vai fiscalizar o marido de perto. 

Mais tarde, a reportagem mostrou os números de Ronaldo. Apesar do colesterol alto, o fato de ter sido um atleta de alto rendimento está a seu favor, uma vez que ainda mantém bom índice de gordura magra no corpo.

"Não gosto de tomar café da manhã, um problema grave", diz ele antes de tomar café da manhã já se preparando para o desafio.

Márcio Atalla, preparador físico, comentou sobre os pontos positivos de Ronaldo. "Colocando o corpo em movimento, vamos colocar a dieta em ordem e você não vai ter muitos problemas com isso".

Primeira parada do Fenômeno: avaliação física completa. O jogador ficou de sunga para se pesar e medir o nível de gordura no corpo. "Tô parecendo o Zé Gotinha", brincou ele sobre o visual. O resultado foi bastante animador. 25,5% de gordura magra no corpo. Ou seja, ainda tem bastante massa muscular, o que significa que ele vai precisar fazer pouco exercício. "Assim que começar a fazer, emagrece", garantiu o especialista.

No teste de resistência, Ronaldo quase não conseguiu ir até o final. "Todo ano a gente faz isso em pré-temporada, mas nunca contei que faltava nisso", contou. No entanto, o resultado também foi positivo. "157 batimentos. Expectativa seria 185", falou o médico. Segundo a explicação dos médicos, o coração dele faz menos esforço para bombear o corpo, o esperado para um atleta.

O resultado que chamou atenção da equipe foi o de Colesterol, que está a 283. "O ideal seria até 200. Isso aumenta o risco de doenças cardiovasculares". Mas a Glicemia - taxa de açúcar no sangue - está boa: 92 (o normal é abaixo de 100). Os médicos apontaram ainda que Ronaldo tem uma disfunção na Tireóide, "mas ainda não está em falência". Ou seja, ainda tem hormônio funcionando, mas em baixa quantidade e pode ser resolvido com remédio, segundo foi explicado.

Pesando 118,4 Kg e medindo 102 cm na região abdominal, Ronaldo vai precisar reduzir a circunferência para 94 cm. O nutricionista analisou os exames e comentou que a gordura está concentrada na região abdominal e afirmou que os problemas para este acúmulo são: consumo de gordura da alimentação e consumo de álcool.

"Parte física com certeza vai ser difícil, mas tô dentro", concluiu ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.