Novelista da Globo falou com exclusividade ao iG sobre a liminar que ganhou sobre o "Pânico" e impede que o humorístico veicule a sátira

Walcyr Carrasco
Divulgação
Walcyr Carrasco

O humorista Evandro Santo faz uma sátira de Walcyr Carrasco no programa “Pânico na Band”, em que se transforma em “Walcyr Churrasco”, fazendo nítida referência ao novelista.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias de seus famosos favoritos

No entanto, as imitações desagradaram Walcyr, que anunciou em seu Blog no último dia 09 de julho que entraria na Justiça contra o “Pânico”, pois o personagem “de óculos e cabelos semelhantes”, “cheio de trejeitos” não correspondiam à realidade.

Após o anúncio, o autor contou nesse fim de semana em seu Twitter que vencera a liminar e, com isso, o humorístico estava impedido de veicular o personagem. Em entrevista exclusiva ao iG Gente , o autor de “Gabriela” disse que se sentiu prejudicado por conta da personagem criada e ainda que sofreu assédio moral. Confira a entrevista abaixo:

Sensação ao vencer a liminar:

“Minha sensação é que existe Justiça e que o cidadão sempre deve recorrer a ela quando sente-se prejudicado. Em nosso país as pessoas gostam muito de buscar saídas alternativas, "jeitinhos". Mas é a Justiça que sempre se deve recorrer”

Prejuízo com a criação de Walcyr Churrasco:

“Eu me senti denegrido. Não tenho nada a ver com a personagem que inventaram, jamais me comportei ou me comportaria daquela maneira. Sempre concedi entrevistas ao Pânico como profissional de TV”

Relação com o “Pânico”:

“Prefiro não fazer comentários, já que vivemos um litígio. Só uma coisa garanto: não assisto mais”

Humor e Assédio Moral:

“O que prejudicou minha imagem foi a personagem que eles criaram e que relacionaram com minha pessoa. Acredito que inclusive, ela me produziu danos financeiros. Também acho que não foi uma brincadeira, mesmo porque gosto de brincadeiras. Há um limite ético entre o humor e o assédio moral, que foi o que sofri”.

Confira algumas cenas do remake "Gabriela", obra de Jorge Amado, adaptada por Walcyr Carrasco, que está no ar na Globo de terça à sexta, a partir das 23h:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.