A apresentadora falou sobre sua nova atração, “Encontro com Fátima”, que mistura entretenimento e jornalismo com uma pequena plateia ao vivo

Fátima Bernardes
AgNews
Fátima Bernardes

“Bem-vindos à minha nova casa”. Foi assim que Fátima Bernardes cumprimentou os jornalistas nesta terça-feira (12) durante a coletiva de imprensa no Projac, no Rio, para apresentar seu novo programa. O “Encontro com Fátima” estreia em 25 de junho e vai ao ar ao vivo às 10h30, de segunda a sexta-feira. No cenário de 360º, que tem um telão gigante, a ex-apresentadora do “Jornal Nacional” disse que a atração não buscou referências no formato de Oprah Winfrey , a apresentadora mais popular da TV americana. “O programa não foi inspirado na Oprah. Não é um talk show”, avisa.

Relembre a trajetória de Fátima Bernardes

Fátima conta que a ideia da atração é misturar entretenimento e jornalismo com uma pequena plateia ao vivo, composta por homens e mulheres. “Vamos falar sobre educação, emprego, meio ambiente, saúde”, enumera ela. "As pessoas pessoas podem estar aqui no estúdio ou fora."

Concorrência dentro da Globo

“Nunca houve uma conversa com a Ana Maria Braga , mas eu sei que a gente não precisa repetir o que a emissora já faz. No meu programa, não existe culinária, decoração ou artesanato. A matéria feita para o “Bem-Estar” não será para a gente. Quando eu digo saúde, me refiro a notícias que estão em voga, atualidades.”

Mão na massa

“Eu não imaginava que era tão trabalhoso fazer este tipo de programa. Venho de um programa que está há 40 anos no ar, que já estava consolidado quando eu cheguei, é muito diferente estar desde o inicio da elaboração de uma programa. Participo da reunião de pauta, da discussão do roteiro, ajudo a montar as cabeças, as pautas, faço de tudo. Não me vejo como chefe, mas é legal participar de todo o processo, chegar às 7h30 para gravar, almoçar e ter reunião de pauta.”

“JN” X “Encontro com Fátima”

“Por mais que eu tenha toda a experiência, estou aprendendo como me aproximar do público, como me posicionar nesse novo cenário, descobri um novo tom”, diz ela, que chamou a atenção na coletiva por seu elegante vestido. “Eu já usava vestido antes, mas a bancada escondia. Ainda sou a mesma sem bancada.”

Celebridades no programa

“Óbvio que uma celebridade pode vir ao meu programa, mas ela tem que estar muito integrada aos assuntos do dia, a ideia é que ela seja mais um cidadão.”

Audiência

“Não sou tão egocêntrica para achar que a audiência tem a ver só comigo. Se o programa for bem, terei muita gente para dividir isso e se for mal, terei muita gente para dividir também. Até hoje não sei qual será a expectativa de audiência do meu programa. Desde outubro, nunca ninguém (da direção) me perguntou sobre isso e isso me dá muita tranqulidade.”

Apoio de William Bonner

“Acho que ele está tão empolgado quanto eu. É a realização de um sonho. Certamente está feliz e apostando no sucesso do programa.”

Cuidados com a aparência

"Não mudou nada desde quando estava no Jornal Nacional. Faço atividade física três vezes por semana, me alimento bem, sou muito caxias com o sol e não fico com maquiagem de jeito nenhum"

Mais tempo com os trigêmeos

"Meus filhos, que são adolescentes, com 14 anos, estão felizes. Consigo jantar, ver o 'Jornal Nacional' e 'Avenida Brasil' com eles. É bom ter mais tempo com eles, principalmente nesta idade."


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.